Portal da Cidade Umuarama

Anjos do Tatame

Projeto transforma Umuarama em celeiro de campeões de artes marciais

Com sete anos de existência e pouco apoio, projeto tem transformado jovens carentes em campeões mundiais

Postado em 01/08/2019 às 16:16 |

Lorena Loraine Alves Lira, Diego Souza Siqueira e Rayane Alves da Silva, atletas campeões do Projeto Social Anjos do Tatame (Foto: Divulgação)

Com a mesma determinação demonstrada nos tatames, o mestre de artes marciais Tomeya Sasahara, de 40 anos, criou e coordena há sete anos o Projeto Social Anjos do Tatame, que atende 80 crianças carentes, entre quatro e 12 anos, que residem no Parque Industrial, em Umuarama.

Como não poderia ser diferente da realidade esportiva brasileira, o atleta recebe pouco apoio para manter o projeto, que pelos seus resultados deve ser respeitado e exaltado. Além de dar uma opção de lazer, dignidade e ensinamentos de disciplina, foco e capacidade de superação diante de qualquer obstáculo, o projeto transformou jovens em campeões de destaque.

80 crianças moradoras do Parque Industrial fazem parte do Projeto Anjos do Tatame

No último fim de semana, no Ginásio Mauro Pinheiro, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, a atleta Rayane Alves da Silva, de 12 anos, foi campeã mundial de jiu-jitsu. “Ela já foi campeã mundial, regional, paranaense e brasileira. Ao todo, ela já tem 50 medalhas”, revelou o mestre. Rayane treina junto com os demais jovens atendidos pelo Projeto Anjos do Tatame na Associação Vida e Solidariedade.

Sasahara diz que até procura obter patrocinadores, mas como são muitas competições anuais, ele acaba pagando com recursos próprios as viagens dos competidores atendidos pelo projeto. É o caso de Diego Souza Siqueira, de 15 anos, que com o apoio do mestre, conquistou o vice-campeonato mundial de jiu-jitsu em 2018. “Já perdi muita criança para o tráfico de drogas, e costumo dizer que elas são de quem chega primeiro, mas felizmente o Anjos do Tatame está propiciando esperança de um futuro melhor para essa criançada”, destaca o mestre.

Além de treinamentos, projeto arrecada brinquedos e alimentos em datas especiais para as crianças

E as conquista não param por aí. Lorena Lohaine Alves Lira, de 11 anos, também é outro destaque dos Anjos do Tatame. Ela foi vice-campeã mundial de jiu-jitsu, durante mesma competição realiza no último fim de semana na capital paulista. “Mesmo que esses alunos não prossigam competindo, eles já têm os ensinamentos que o esporte pode fornecer, entre eles, a motivação, foco e determinação”, disse Sasahara.

Como forma de prestigiar os atletas campeões, nesta sexta-feira (02), às 15h45, será realizada uma carreata. Os três jovens lutadores serão levados por caminhão do Corpo de Bombeiros em desfile pelo centro de Umuarama.

Tomeya Sasahara coordena o Anjos do Tatame com a determinação de atleta

Sasahara, que é faixa preta em jiu-jitsu e judô, com graduação no Japão, e campeão de MMA, atualmente também coordena as atividades da Academia Gracie Barra – Carlos Gracie Jr. – na Capital da Amizade. Ao fim da entrevista ao Portal da Cidade Umuarama, o mestre fez questão de destacar que o sucesso do projeto depende de apoio. “Não é apenas o treinamento, a competição, nós realizamos campanhas para arrecadar brinquedos ou alimentos em datas especiais, como Páscoa e Natal, para a família das crianças do projeto”, complementou.

Mais informações sobre o Projeto Social Anjos do Tatame e formas de como o patrocinar podem ser obtidas pelo telefone (44) 99985 7235.

 Projeto Anjos do Tatame depende do apoio de patrocinadores para continuar revelando talentos

Fonte:

Deixe seu comentário