Portal da Cidade Umuarama

Agricultura familiar

Cultivo de morango conquista pequeno produtor rural do distrito de Lovat

Criado no campo, Claudinei Fulgêncio tem no cultivo da fruta a sua principal fonte de renda e deve colher seis toneladas de morango

Postado em 02/09/2021 às 19:00 |

Claudinei Fulgêncio, de 39 anos, e sua família. Ele teve contato com o morango quando trabalhava como boia-fria, aos 14 anos (Foto: Eduardo Sebim/Portal da Cidade Umuarama)

Com a produção localizada principalmente no distrito de Lovat, em Umuarama, o morango gera renda e melhora a qualidade de vida dos produtores. Seu Claudinei Fulgêncio, de 39 anos, é um deles. Dono de uma pequena propriedade rural há 13 anos em Lovat, ele é apaixonado pelo cultivo da fruta. O produtor teve o primeiro contato com o morango quando trabalhava como boia-fria, aos 14 anos. “Foi ali que nasceu a minha paixão pelo morango, eu queria conquistar a minha propriedade e ter meu próprio cultivo”, comenta o produtor.


Claudinei foi criado no campo e essa é a sua principal fonte de renda. “O ciclo de produção vai de abril a outubro, nos cinco meses restantes eu compro as matrizes e faço a multiplicação das mudas aqui na propriedade para diminuir os custos de produção”, conta. Além disso, Claudinei também diversifica a produção com o gado leiteiro.


O produtor mora com a esposa e três filhos: duas meninas, de 16 e 8 anos, e um menino de 5 anos. Todos colocam a mão na massa, além disso, o produtor precisou contratar três diaristas para auxiliar nos trabalhos. Com 10 mil pés plantados, ele deve colher seis toneladas da fruta. Neste ano, o custo alto de plantio e a pandemia afetaram a colheita. “Nos anos anteriores eu já plantei quase 40 mil pés, mas neste ano a comercialização não está muito boa”, lamenta. Cada caixinha de morango é comercializada pelo produtor por R$ 10. No mercado, o preço varia de R$ 12 a R$ 15.


Mesmo com as dificuldades, Claudinei não se limita a vender apenas a fruta. Há 11 anos ele também comercializa o morango in natura para uma agroindústria de Guaíra. A produção se transforma em polpa de suco que é distribuída em várias cidades do Paraná.


A paixão pelo morango se renova a cada ano e mesmo com as dificuldades, Claudinei enxerga um futuro promissor com plantio da fruta e espera que a produção alcance outras regiões do país.


Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias