Portal da Cidade Umuarama

negócios

Conjove atua na estruturação do programa Brasil Mais Empreendedor em Umuarama

O programa, que já conta com o apoio do Sebrae, ambiciona impactar 100 mil empreendedores até o final de 2020

Postado em 29/10/2019 às 15:03 |

No cenário nacional, segundo o Conaje, cerca de 70% das experiências realizadas até agora podem ser consideradas bem-sucedidas. (Foto: Aciu)

Auxiliar pessoas em situação de vulnerabilidade social, entre 16 e 39 anos, a empreender e desenvolver um negócio com baixo investimento (ou mesmo custo zero), é o conceito central do programa Brasil Mais Empreendedor, que está chegando a Umuarama e outras cidades paranaenses.

A iniciativa foi apresentada pelo diretor de conteúdo da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), Rafael Pelin, a integrantes do Conselho do Jovem Empresário da Aciu (Conjove) durante reunião na sede da entidade, na manhã desta terça-feira (29). 

Segundo a diretora de interface regional do Conjove, Sabrina Rocha Martins, o programa é muito bem-vindo e a estruturação está sendo encaminhada, através da prospecção de apoiadores e parceiros. incluindo as secretarias municipais de Assistência Social e Indústria e Comércio e instituições financeiras.

O programa, que já conta com o apoio do Sebrae, ambiciona impactar 100 mil empreendedores, predominantemente jovens, até o final de 2020. A intenção é propiciar consultoria e metodologias especializadas em prol de pessoas que possuem uma noção clara de negócio e que, por uma série de fatores, não conseguiram colocar em prática o próprio sonho. 

No cenário nacional, segundo o Conaje, cerca de 70% das experiências realizadas até agora podem ser consideradas bem-sucedidas. A inserção de empreendedores de aproximadamente 200 municípios já fomentou mais de 3.700 novos negócios.   

A estruturação em Umuarama busca a captação de R$ 41 mil, montante a ser empregado na implementação da metodologia, de responsabilidade de uma agência de fomento do Rio Grande do Sul, e também no processo de incubação.

Fonte:

Deixe seu comentário