Portal da Cidade Umuarama

BELEZA

Poderosa: conheça a modelo umuaramense que tem se destacado na moda plus size

Com uma beleza exuberante, a jovem Bruna Fernanda da Silva, de 29 anos, realiza trabalhos para marcas e lojas da região

Postado em 20/08/2019 às 17:53 |

Catálogo para a marca Carla Bergamask, de Cianorte (Foto: Reprodução / Instagram)

Acompanhando as mudanças em campanhas publicitárias e no mercado de moda, as marcas cada vez mais têm buscado apresentar campanhas que fujam do estereótipo, representem a diversidade e produtos pensados para todos os tipos de corpos.

A moda plus size tem se popularizado por propor peças desenhadas especialmente para pessoas com manequim acima do tamanho 42/44 e que melhor se adequem a esse público. A mudança também já é notada em revistas renomadas do mundo moda, que já estampam modelos plus size.


Em Umuarama, para o nosso orgulho, uma modelo tem se destacado na área vencendo barreiras com uma beleza exuberante. A carreira de modelo plus size da jovem Bruna Fernanda da Silva, de 29 anos, começou por acaso. Inesperadamente, uma vendedora de roupas, que conhecia a jovem, foi quem sugeriu uma sessão de fotos para demonstrar às clientes como as peças ficavam no corpo.

Sem aspirações ou pretensão de ingressar no mundo da moda, ela aceitou. “Eu topei porque já conhecia a pessoa, no começo eu era muito tímida, não sabia como me portar em frente à câmera, mas pensei que poderia ser algo bom”.

Ela conta que não esperava conseguir tantos trabalhos. “Como maquiadora, já estava inserida no mundo da beleza, decidi encarar o desafio pois ponderei que o trabalho como modelo poderia abrir outras portas como profissional. Após o primeira sessão de fotográfica, outros convites foram surgindo”, conta Bruna, que é proprietária de um salão de beleza no Jardim Cruzeiro.


Desde então, ela tem chamado atenção de marcas de moda plus size, principalmente de Cianorte e Maringá, participando de campanhas, fotos para catálogos, lookbook, passarela e como modelo de prova (corpo utilizado pelo estilista como base para que o caimento, o corte e a aparência da peça seja ideal). A representatividade no âmbito da beleza, acredita Bruna, é importante para a auto estima feminina.

“A moda sempre foi pensada para os manequins 36/38. É um desafio para mulheres fora desse padrão encontrar a roupa da moda e ainda se sentir bem com o espelho, se amar. Eu senti a mudança do meu corpo, após a gravidez ganhei 30 quilos, a dificuldade de se vestir com estilo é real. Ver que meu trabalho contribui para a transformação desse cenário e ainda possibilita a muitas mulheres se identificar, é fundamental para mim”, conclui.


Para conhecer mais e acompanhar o trabalho da modelo clique aqui.

Fonte:

Deixe seu comentário