Portal da Cidade Umuarama

SAÚDE

Idosos recebem atendimento multidisciplinar gratuito pelo Cisa-Amerios

O serviço do Ambulatório do Idoso Frágil do Cisa-Amerios não tem custo para os municípios consorciados

Postado em 01/11/2018 às 15:18 |

O paciente recebe acompanhamento de médicos geriatras e outros especialistas na área da saúde (Foto: Cisa-amerios)

O envelhecimento é caracterizado por alterações fisiológicas que ocorrem de maneira diferenciada, em maior ou menor intensidade e de maneira única e singular para cada indivíduo. Alguns idosos tem a saúde mais frágil do que outros.

“O idoso frágil é aquele cujo estado de vulnerabilidade leva a estados de dependência, incapacidade, quedas, que possui uma série de doenças associadas, como diabetes, pressão alta e outras doenças crônicas ou agudas. Esse idoso é considerado o alvo prioritário de políticas públicas de saúde para a população idosa do Cisa-Amerios. Nesse sentido, a consolidação do Ambulatório do Idoso Frágil é uma grande conquista”, disse a assistente social Elizabeth de Souza Carvalho Gomes, do Ambulatório do Idoso Frágil do Consórcio Intermunicipal de Saúde – Cisa-Amerios.

O serviço do Ambulatório do Idoso Frágil do Cisa-Amerios não tem custo para os municípios consorciados e é financiado com recursos do Conselho Nacional de Saúde Suplementar – CONSUS.

Segundo a assistente social, os pacientes estão sendo cadastrados e passam por uma triagem para caracterizar se o idoso é frágil ou não. Depois de identificado, o paciente passa a ser acompanhado pela equipe multidisciplinar que integra o Ambulatório do Idoso do Cisa, com médico geriatra e outros especialistas, enfermeiras, assistente social, fonoaudióloga, entre outros.

“Pacientes e acompanhantes recebem orientações e dicas de como administrar medicamentos, a alimentação, como realizar a higiene de forma correta e outros aspectos do cotidiano que possam melhorar a qualidade de vida desse idoso frágil”, destacou Elizabeth.

Para o presidente do Cisa-Amerios e prefeito de Alto Piquiri, Luis Carlos Borges Cardoso, esse trabalho está integrando e vai ajudar a melhorar o atendimento ao idoso nos municípios.

Além de todos os dados do atendimento que ficam registrados no sistema informatizado do Cisa-Amerios, cada paciente recebe uma pasta individual, onde são guardadas anotações e orientações para seus familiares, cuidadores e outros profissionais de saúde.

“Estamos muito felizes pela consolidação desse serviço, que era uma meta para o ano de 2018. Para o ano que vem esperamos ampliar o atendimento”, destacou o presidente.


Fonte:

Deixe seu comentário