Portal da Cidade Umuarama

"Sucatinha"

Saiba por que esse antigo avião presidencial está parado em Foz do Iguaçu

Boeing 737-200 já transportou oito presidentes e até o Papa João Paulo II

Postado em 24/02/2020 às 08:33 |

Esse avião que você vê na imagem acima é um Boeing 737-200 que voou por quase 35 anos na Força Aérea Brasileira e foi apelidado de “Sucatinha” (Foto: Aeroin)

Ele está parado há anos em Foz do Iguaçu e sendo muito bem preservado. Conheça a história desse “Sucatinha” da FAB que foi contada pelo site Aeroin e encanta os turistas nas Cataratas do Iguaçu.

Esse avião que você vê na imagem acima é um Boeing 737-200 que voou por quase 35 anos na Força Aérea Brasileira e foi apelidado de “Sucatinha”. Tendo transportado oito presidentes entre 1976 e 2010 e até o Papa João Paulo II, sua história quase se perdeu, até um empresário de Foz do Iguaçu assumir a responsabilidade por sua preservação.

Após sua aposentadoria, em 2010, o jato foi encaminhado à Base Aérea de São Paulo. Por algum tempo, ele manteve a boa forma e chegou até a ser apresentado em um evento de Portões Abertos da FAB, mas sem dinheiro e sem cuidados adequados, o avião começou a se deteriorar, aproximando-se de um destino nefasto.

Com o passar do tempo, o FAB 2115 virou morada de pássaros e marimbondos no pátio da BASP e precisava urgentemente de cuidados para não ter o mesmo fim que alguns dos seus irmãos maiores, os Boeing 707, que foram totalmente desmanchados em 2014 e reduzidos a uma pilha de entulho. Mas, em fevereiro de 2016, sua sorte parecia mudar.

O empresário e piloto Eloy Biesuz, dono da empresa de táxi aéreo Helisul, renovou as esperanças do FAB 2115. Com intuito de preservar a cultura aeronáutica brasileira, a empresa da táxi aéreo Helisul assinou um contrato com a FAB para uso e concessão de bem cultural, que lhe tornou responsável pela preservação do “Sucatinha” nos próximos dez anos.

Um dos momentos memoráveis desse acordo aconteceu em julho do mesmo ano, quando o Boeing 737 foi desmontado e retirado em duas carretas do pátio da BASP, de onde seguiu por estrada, numa viagem especial até sua nova morada em Foz do Iguaçu, em 12 dias. Uma vez no Paraná, a equipe de mecânicos da Helisul foi responsável pela montagem e restauração, que levou cerca de três meses para ser finalizada, mas o deixou impecável.

Hoje, o VC-96 FAB 2115 está exposto junto ao heliporto da empresa, que fica na Rodovia das Cataratas, em frente ao Parque das Aves e a poucos metros do estacionamento principal do Parque Nacional do Iguaçu. Quem passa na estrada consegue ver o 737 em destaque na paisagem e é normal muita gente parar para fazer fotos com ele de fundo.

No total, a FAB operou dois aviões desse modelo, e o outro está no Museu Aeroespacial do Rio de Janeiro, que é mantido pelo Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas