Portal da Cidade Umuarama

tecnologia

Como as redes sociais influenciam na incidência de depressão em jovens

De acordo com a psicoterapeuta Mary Segatti, jovens e adolescentes podem ser os mais prejudicados pelo uso excessivo de interação tecnológica

Postado em 11/02/2020 às 14:00 |

Mary Segatti é psicoterapeuta e atua com acompanhamento psicológico em crianças, adolescentes e adultos (Foto: Portal da Cidade Umuarama)

O acesso aos smartphones, tablets, notebook e vídeo game, juntamente com surgimento das redes sociais, mudou a maneira como crianças e adolescentes interagem com o mundo e com os outros. Com uma comunicação ágil e instantânea, essas tecnologias produzem novas fontes de angústia, fazendo com que os jovens e crianças lidem com alguns conteúdos e situações que não estão preparados emocionante. 

Pesquisas nos mostram que o uso exagerado desses aparelhos e redes sociais, produzem efeitos negativos na saúde mental de crianças e adolescentes.

Como por exemplo, a comparação da própria vida com a vida on-line e fantasiosa de outros nas redes sociais, podendo assim potencializar estados psicológicos negativos, como angústia, ansiedade, tristeza e não aceitação da sua realidade e uma possível depressão. Segundo algumas pesquisas, adolescentes de 14 a 17 anos que passam mais de sete horas diárias em smartphones, tablets, computadores e televisão tem o dobro de chance de serem diagnosticados com ansiedade ou depressão do que aqueles que passam uma hora.

O tempo em frentes a tela é um tempo que você está tirando de outras atividades, como sono e atividades físicas. Sedentarismo e baixa qualidade do sono prejudicam a saúde mental tanto de jovens como adultos. 

Então o que fazer?

- Restringir a quantidade de horas de uso da internet

- Incentivar atividades como: jogar bola e ler livros

- Aproveitar os momentos juntos sem a tecnologia, para terem uma boa conversa, brincarem, compartilhar como foi o dia da família.

- Os pais também devem ficar atentos a mudanças de comportamentos dos filhos, que podem indicar um quadro depressivo.

Exemplo:

- Isolamento social

- Afastamento de amigos

-Queda no desempenho escolar

- Irritabilidade

-Perda de interesse em atividades que gostava de praticar

Uma depressão não tratada quando jovem, pode produzir grande prejuízo no futuro.

No caso de dúvidas, procure um profissional da psicologia, o quanto breve iniciar um acompanhamento, melhor será o resultado.

Clique para iniciar uma conversa via WhatsApp e agendar sua avaliação

Mary Segatti

Psicóloga - CRP 08/08979

Atua com avaliação psicológica, acompanhamento psicoterapêutico em crianças, adolescentes e adultos, ludoterapia infantil e orientação vocacional. Pç. Hênio Romagnoli, 3800 - Ed. Centro Comercial – Sala 103
(44) 99916 5930 
Instagram | Facebook | WhatsApp  


Qual sua especialidade?      

Publique seu conteúdo aqui na editoria Papo de Especialista do Portal da Cidade.

Ligue (44) 3056-5231 ou fale conosco pelo WhatsApp (44) 99910-0138


Todas as informações e opiniões contidas neste artigo, seja em texto ou em vídeo, são de total responsabilidade de seus autores e não expressam, necessariamente, as posições do Portal da Cidade. 

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Mais Lidas