Portal da Cidade Umuarama

#ExposedUmuarama

Umuarama vai ao trending topics do Twitter com relatos de abusos contra mulheres

Os relatos de relações tóxicas e assédios sexuais foram motivados por um movimento de mulheres que começou no Brasil no início desta semana

Postado em 29/05/2020 às 16:30 |

Os depoimentos trazem supostas histórias que levantam discussões sobre a violência contra a mulher (Foto: freepik)

Umuarama ficou nos assuntos mais falados no Twitter, o conhecido trending topics, na manhã desta sexta-feira (29), por um fato nada especial. Motivadas pela #ExposedUmuarama, muitas mulheres moradoras da cidade e até da região relataram supostas histórias envolvendo elas e homens que teriam um comportamento manipulador, de assediador, ciumento e com práticas de agressões verbais e físicas.

Os relatos de relações tóxicas e assédios sexuais foram motivados por um movimento de mulheres que começou no Brasil no início desta semana. Com o termo #Exposed elas se uniram no Twitter para expor relatos de situações de violência que já vivenciaram ou presenciaram, e no caso de Umuarama, nesta manhã, a hashtag que trata do assunto alcançou o trending topics e chegou a ser divulgada no Programa Encontro com Fátima Bernardes.

Somente um dos perfis que surgiram em Umuarama a partir do movimento já conta com mais de 1,5 mil seguidores. Os depoimentos feitos no @UmuaramaE (Exposed Umuarama e Região) ou apenas se utilizando da hashtag trazem supostas histórias que levantam discussões sobre violência contra a mulher e, principalmente, demonstram o silêncio de muitas vítimas. Há todos os tipos de violências relatadas nos depoimentos, em grande parte ditos por jovens, contendo até narração de estupro.

“Com 16 anos eu namorei um rapaz e em uma madrugada saímos de carro e fomos a uma festa, e quando retornávamos ele parou o carro na esquina da minha casa e me jogou no bando de trás do veículo, rasgou minha blusa, tirou minha calça e tampou minha boca. Perdi a virgindade naquele instante, sem amor algum, totalmente forçada e machucada”, traz um dos relatos.

É consenso entre as vítimas que os relatos podem servir de alerta para muitas mulheres não se envolverem quando perceberem logo de imediato atitudes abusivas e, acima de tudo, que elas tenham coragem de denunciar. Infelizmente toda mulher está sujeita à violência doméstica e familiar, cometida pelo parceiro ou parceira ou mesmo por um parente.

No Paraná, a mulher conta com unidades de Assistência Social, de Saúde e Delegacias de Polícia, que são portas de entrada para a rede de proteção, conforme a urgência ou gravidade da situação. Em Umuarama, a Delegacia da Mulher está localizada na Rua Japurá, 3358. O telefone da unidade policial é o (44) 3639 6557 e o e-mail: dpmulherumuarama@pc.pr.gov.brd


Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário