Portal da Cidade Umuarama

Araruna

Ladrões furtam propriedade e ainda desaforam vítima: “otário”. Um foi preso

Três pessoas são suspeitas de participação no furto a propriedade rural, mas estão foragidas

Postado em 24/01/2020 às 09:28 |

Os criminosos deixaram a seguinte mensagem escrita em alguns galões: “otário” (Foto: Tribuna do Interior)

A ousadia de bandidos não tem limites. Ao furtarem uma propriedade na cidade de Fênix, para desaforar a vítima os criminosos ainda deixaram a seguinte mensagem escrita em alguns galões: “otário”. Porém, para um dos criminosos, uma mulher, moradora de Araruna (região de Campo Mourão), o desfecho foi cadeia. Outras três pessoas, entre elas o marido da presa, são suspeitas de participação no crime, mas estão foragidas.

A acusada foi encaminhada para a delegacia de Peabiru. A polícia suspeita que ela tenha receptado os objetos furtados em Fênix, já que vários produtos foram encontrados em sua residência. A prisão da acusada e apreensão de várias mercadorias aconteceu nesta quinta-feira (23), após a Polícia Militar de Araruna ter sido acionada pela Patrulha Rural do 11º Batalhão de Campo Mourão, sobre a possibilidade de um veículo GM/Monza, envolvido no furto estar circulando na cidade.

Com base nas informações, a PM iniciou buscas pelo carro que foi localizado na rua João Pessoa, em frente a uma residência, onde também estavam três pessoas. Ao fazer a volta na quadra e solicitar apoio para abordagem, os três homens fugiram local, estacionando o carro a aproximadamente a 500 metros, na mesma rua.

Uma equipe da Patrulha Rural chegou ao endereço para dar apoio e na abordagem ninguém soube informar quem seria o dono do veículo. Um homem que estava no local apontou quem seria o dono do carro e onde ele morava. Ao deslocar ao endereço indicado, a polícia visualizou do lado de fora da casa vários produtos furtados da propriedade como uma caixa de esmerilhadeira, e pistolas de pintura.

Como ninguém respondeu ao chamado da equipe, os policiais entraram no quintal da casa, onde foram localizados diversos objetos do furto. Com apoio da P2 foi realizada buscas no interior na residência, porém nada de ilegal ou irregular foi localizado. Durante as buscas, a moradora e esposa de outro suspeito chegou. Ela disse que não sabia o paradeiro do companheiro e também não soube informar a origem dos objetos.

No momento em que os policiais saiam do local para encaminhar a mulher e os objetos até a delegacia de Peabiru, uma nova informação dava conta de que o companheiro dela estará saindo de uma mata, na companhia de mais dois homens. Os policiais fizeram buscas, mas eles não foram localizados.

O veículo Monza foi encaminhado para o destacamento de Polícia Militar de Araruna por pendências referentes a documentação. Todo o procedimento contou também com o apoio do Serviço Reservado da Polícia Militar. A acusada foi acompanhada por seu advogado até a delegacia.

Fonte:

Deixe seu comentário