Portal da Cidade Umuarama

1º DE MAIO

Santa Missa em Umuarama lembrará vítimas de acidentes na rodovia PR-323

Além das homenagens às vítimas de acidentes, a celebração pretende manter ativo o clamor pela duplicação da rodovia

Postado em 17/04/2019 às 11:51 |

Discussão sobre duplicação da rodovia retomou força após o acidente no final de outubro de 2016 (Foto: Divulgação)

Para lembrar e homenagear as pessoas que morreram na rodovia PR-323 e também para pedir obras que tragam mais segurança para a via, será realizada Santa Missa no dia 1º de maio, às 9h30, no pátio do Posto 3 Cavalos (ao lado da Umuarama Diesel). A já tradicional celebração deve reunir famílias de vítimas de acidentes e membros de vários segmentos da sociedade.

Apoiada pela Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Umuarama (Aciu), Comissão pela Duplicação da PR-323 e realizada pela Diocese de Umuarama, a Santa Missa também pretende manter vivo o pedido e o clamor às autoridades públicas – anseio de toda a população – pela necessidade de duplicação e melhorias da via.

Tragédia

A discussão sobre a duplicação da rodovia retomou força e proporção nacional após o acidente no final de outubro de 2016, em que 21 pessoas morreram em um acidente entre um caminhão-tanque de uma empresa de laticínios e um ônibus da Secretaria de Saúde de Altônia.

O acidente ocorreu próximo a Cafezal do Sul. Na ocasião, além do motorista do caminhão-tanque, 19 pacientes que vinham para consultas médicas em Umuarama morreram carbonizadas no ônibus e outra vítima faleceu dois dias depois do acidente no Hospital Universitário de Londrina.

Com isso, 2016 terminou com um número assustador: 61 mortes na PR-323, sendo que o saldo é resultado de registrados no local. No mesmo ano houve mais outras 40 mortes em hospitais, que é um número que não é incluso nas estatísticas oficiais. Somando um total de mais de 100 mortos, somente em 2016, tornando assim, a rodovia PR-323 a mais violenta do Paraná.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas