Olá Visitante! Cadastre-se ou faça seu Login
Login com Facebook
ou
Você está em Umuarama / PR

Você está aqui: Home / Notícias / Após campanha, denúncias de violências contra crianças crescem em Umuarama
Atualizado


Após campanha, denúncias de violências contra crianças crescem em Umuarama

Mensagens contra a violência a crianças deixadas por alunos do Ceju em Umuarama após debates sobre o tema (Foto: José A. Sabino)

Umuarama - As atividades em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio), promovidas pela Secretaria Municipal de Assistência Social, têm gerado grande mobilização e motivado inclusive a denúncia de novos casos. Num balanço parcial, a secretária Graziella Gomes de Freitas aponta o recebimento de 12 suspeitas de abuso sexual que estão sendo investigadas e encaminhadas ao Ministério Público.

Os casos chegaram ao conhecimento do CREAS (Centro de Referência Especializada em Assistência Social). “Após o recebimento da denúncia, muitas vezes espontânea – feita pela própria vítima – é iniciado o acompanhamento imediato e iniciado processo junto ao Ministério Público, de forma a interromper o abuso e proteger a vítima, que recebe medidas protetivas e atenção psicológica. O atendimento objetiva minimizar os efeitos do trauma, para que a criança ou adolescente possa se recuperar e ter um futuro normal, na medida do possível”, explica a secretária Graziella.

Um agravante nestas situações é que 87% dos abusadores são membros da própria família ou pessoas próximas, que convivem diariamente com a vítima. “Por isso é importante a orientação, a informação e o debate sobre o abuso e a exploração sexual, como temos feito ao longo do mês. A programação vai até o próximo dia 26, mas essas ações terão continuidade. A criança precisa entender que ninguém pode tocar o seu corpo, e deve ser capaz de diferenciar o que é carinho e o que é abuso”, acrescentou a secretária.

Ao longo do mês, a Assistência Social vem realizando palestras nas escolas, levando orientações sobre como evitar a pedofilia e a exploração sexual de crianças e a importância de denunciar qualquer suspeita. A programação abriu dia 2, com a palestra “Quebrando o silêncio – Prevenção e Combate ao Abuso Sexual Infantil”, no Centro Cultural. Houve divulgações e panfletagem em escolas, na Estação Rodoviária e em hotéis; palestras das escolas municipais e nesta quinta-feira, 18, recreação com profissionais da Assistência Social no Centro da Juventude (Ceju).

De 22 a 24 haverá mobilização das equipes nas escolas dos distritos de Umuarama, nos períodos da manhã e tarde. A programação fecha dia 26, com a peça teatral “Vim ver Maria”, com o Grupo Soarte, no teatro do Centro Cultural Vera Schubert. As exibições serão de manhã e à tarde, a partir das 8h30 e 13h30. Durante todo o mês haverá ainda apresentação de VT transmitido na TV Caiuá.

No Ceju, cerca de 100 crianças e adolescentes debateram o tema em rodas de bate-papo durante a semana, com mediação da assistente social Yolanda Maria Grandizoli, além de vídeos e tira-dúvidas. “Mostramos as características comuns do agressor, sintomas que podem identificar possíveis vítimas e uma dinâmica com as crianças que resultou em cartazes contra o abuso sexual”, completou. “O caso da nadadora Joanna Maranhão, abusada sexualmente pelo treinador na infância, foi apresentado e discutido nos encontros”, acrescentou a chefe da Divisão de Juventude, Bruna Daiane de Lima.



Fonte: PMU

Deixe seu comentário

Você está em Umuarama / PR
Umuarama
Unidade Umuarama, PR


Portal da Cidade Umuarama LTDA - 23.324.583/0001-01
© 2008-2017 Copyright Franquia Portal da Cidade ®