Portal da Cidade Umuarama

Saúde

Umuarama registra 17 casos de dengue confirmados em agosto

Com dados atualizados até o último dia 26, já são 45 notificações de suspeita de dengue em 24 bairros diferentes da cidade

Postado em 30/08/2019 às 08:31 |

Sete bairros da cidade apresentam casos de dengue; combate a criadouros é importante (Foto: Divulgação)

O novo ano epidemiológico começou em agosto e Umuarama já registra os primeiros casos de dengue num período atípico – de temperaturas médias e baixas. Conforme o informe técnico nº 1 da Secretaria Municipal de Saúde, com dados atualizados até o último dia 26, já são 45 notificações de suspeita de dengue em 24 bairros diferentes da cidade, com 17 casos confirmados (15 autóctones e dois importados) e 25 suspeitas descartadas.

Sete bairros da cidade apresentam casos de dengue – são quatro doentes no Parque San Remo, três no Jardim Petrópolis, dois na Zona II, mais dois na Zona VI e outros dois no Conjunto Residencial Porto Belo; Zona I e Zona V registram um caso cada e dois pacientes adquiriram a doença em outros municípios. Três casos suspeitos permanecem em investigação.

Conforme o boletim, neste início do ano epidemiológico 2019/20 as notificações ainda são reflexo do ano anterior e a tendência natural é redução, com a confirmação ou descarte dos casos ainda em investigação. Os dados podem sofrer alteração, pois são determinados por investigação de sintomas, laudos laboratoriais e laudos médicos.

Em todo caso, de acordo com as autoridades da saúde pública, a população não pode relaxar nos cuidados. Apesar da falta de chuvas, os agentes têm encontrado focos do mosquito da dengue nas visitas domiciliares, em bebedouros de animais, pratinhos de plantas e materiais descartados em quintais e áreas onde há algum tipo de irrigação.

“Contra a dengue nunca podemos baixar a guarda. É preciso manter o quintal limpo, o lixo bem armazenado até a coleta, as calhas desobstruídas e eliminar qualquer ponto que possa eliminar o acúmulo de água. Sem mosquito não tem dengue, mas se descuidarmos a situação fugir do controle”, apontou a secretária municipal da Saúde, Cecília Cividini.

Entre as ações preventivas nesta quinta-feira, 29, a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) e Vigilância Ambiental, em conjunto com o Comitê de Combate à Dengue e o Colégio Estadual Hilda Kamal, realizaram a “Paradinha da Dengue”, levando conscientização aos motoristas sobre a necessidade de combater o mosquito transmissor da doença.

Agentes de combate a endemias (ACEs) falaram com os condutores e distribuíram material informativo, com o reforço do “Mosquitão da Dengue”, personagem utilizado no trabalho educativo em escolas e entidades. A ação, realizada nos cruzamentos da Rua Governador Ney Braga com as avenidas Paraná e Brasil, teve as presenças do presidente do comitê, empresário João Bortolato, e da secretária Cecília Cividini, além da coordenadora da Covisa, Maristela de Azevedo Ribeiro, e da equipe de Vigilância Ambiental.

Fonte:

Deixe seu comentário