Portal da Cidade Umuarama

Cinoterapia

Primeiro bulldog campeiro terapeuta do País faz sucesso com crianças de Umuarama

As atividades com o cão promovem estímulos físicos e psíquicos, melhorando a saúde e a autoestima de pacientes e crianças

Postado em 30/08/2019 às 14:56 |

Armani tem cinco anos e é o primeiro bulldog campeiro terapeuta do Brasil (Foto: MDA Refúgio Campeiro de Umuarama)

Comumente usada no tratamento de crianças que têm algum tipo de deficiência, a cinoterapia usa cachorros adestrados que fazem companhia aos pacientes. Umuarama tem o privilégio de ter o primeiro bulldog campeiro do Brasil especialista na terapia e quem agradece são as crianças e pacientes que recebem a visita do cão.

Armani foi atração da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla 2019

Armani tem cinco anos e, de acordo com sua proprietária, a bióloga Danieli Ferreira Onório, o animal tem um comportamento equilibrado, adequado às técnicas exigidas pela cinoterapia. “Ele é um cão calmo que ao ver as crianças já vai se deitando para que elas interajam com ele, fazendo carinhos”, disse a bióloga.

Hórus, outro cão da raça bulldog campeiro, com 7 meses, que está sendo adestrado

As atividades com o cão promovem estímulos físicos e psíquicos, melhorando a saúde e a autoestima de pacientes e crianças, segundo especialistas em cinoterapia. Além de ser presença em hospitais, casas de repouso e abrigos, Armani faz sucesso há quatro anos com as crianças, jovens e adultos atendidos pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

Hórus e Armani durante visita a crianças da Apae de Umuarama

Armani foi atração da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla 2019, da Apae de Umuarama. Ao lado de Hórus, outro cão da raça bulldog campeiro, com 7 meses, que está sendo adestrado, Armani fez a alegria das crianças na última segunda-feira, dia 26. “Algumas crianças escovaram ele, outras menores até sentaram nele, ou simplesmente fizeram carinhos”, comentou Danieli.

Armani e Hórus são cães do Canil MDA Refúgio Campeiro de Umuarama 

De acordo com as professoras pedagogas da Apae, a interação beneficia a qualidade de vida, o processo cognitivo, a motricidade fina e ampla, questões de cognição de forma geral, lateralidade, equilíbrio, afetividade e auto estima.

A interação com os cães beneficia a qualidade de vida, o processo cognitivo e a motricidade fina e ampla

Armani e Hórus são cães do Canil MDA Refúgio Campeiro de Umuarama e são adestrados por Marcos Roberto Severo Silva, esposo de Danieli. “Ver uma criança autista que não interage com seu meio acariciando o Armani, tirando fotos, o beijando e abraçando em agradecimento, nos proporciona muita felicidade”, completou a bióloga.

(Fotos: Canil MDA Refúgio Campeiro de Umuarama)

Fonte:

Deixe seu comentário