Portal da Cidade Umuarama

Saúde

Movimento quer tornar Umuarama referência com excelência na rede de saúde

Cidade concentra as atividades da região do Arenito Caiuá, que tem 107 municípios, recebendo pacientes de várias cidades do Paraná

Postado em 21/06/2019 às 14:39 |

Na região de Umuarama são cerca de 700 empresas do setor de saúde (Foto: Divulgação)

Entidades e empresas de Umuarama se reuniram nesta terça-feira (18), no Sebrae/PR, para dar mais um passo na estruturação de uma governança do setor de saúde. A iniciativa tem como missão “Promover a Integração dos Segmentos de Saúde a Favor do Bem Comum”. Para isso, pretende organizar e fortalecer setor, favorecendo o ambiente de inovação na região do Arenito Caiuá.

Com o incentivo do Sebrae/PR, desde abril deste ano o grupo já realizou três encontros para discutir estratégias e ações em prol do desenvolvimento do ecossistema de saúde regional. Nesta terça-feira (18), foi definida a visão da governança, que é “Tornar Umuarama um Centro de Referência com Excelência na Rede de Saúde”.

A consultora do Sebrae/PR, Jane Queiroz, destaca que o movimento conta com representantes dos setores público e privado e da academia. “O setor atua com independência em relação a municípios de maior porte, contando com diversas especialidades médicas e opções de tratamento. Existe oportunidades de melhoria e é para promovê-las que o grupo atuará”, diz.

Uma das ações será realizada pelo Sebrae/PR, a fim de evidenciar a qualidade de empresas do setor da saúde em Umuarama. “No segundo semestre lançaremos um programa voltado à preparação, certificação e acreditação das empresas”, revela a consultora.

Umuarama concentra as atividades da região do Arenito Caiuá (107 municípios), recebendo pacientes de várias cidades do Paraná, de outros estados e até de países da América do Sul. Na região, são cerca de 700 empresas, dentre elas Hospital do Câncer de Umuarama (Uopeccan), Base Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Consórcio Intermunicipal de Urgência e Emergência do Noroeste do Paraná (Ciuenp) e do Curso de Medicina da Universidade Paranaense (Unipar).

“Queremos os diversos segmentos da saúde falando a mesma língua. Por exemplo, uma clínica pode orientar melhor os pacientes aos exames com informações cedidas pelo laboratório. Ações podem ser pensadas conjuntamente”, comenta o proprietário da Clínica Ziliotto, Rodrigo Ziliotto.

O médico pneumologista Ronaldo de Souza, à frente da Associação Médica de Umuarama (AMU), ressalta que serão pensadas ações para qualificar administradores e colaboradores. “Quando os usuários precisarem procurar serviços na área de saúde, o objetivo é que pensem em Umuarama. Evitaremos perder usuários para outras regiões”, acrescenta.

Para a proprietária do Centro de Medicina Nuclear Umuarama, Maria Elena Martins Diegues, serão gerados benefícios para os profissionais e usuários. “Decidimos fazer parte do movimento por reconhecer a importância de uma organização em benefício dos profissionais, usuários e outros envolvidos”, frisa.

A expectativa do grupo é que a governança seja formalizada ainda este ano.

Integrantes do movimento:

Associação Médica de Umuarama (AMU)

Secretaria de Saúde de Umuarama

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)

Unimed

Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cisa)

Laboratório Pró Saúde

Laboratório São Miguel

Hospital Nossa Senhora

Hospital Cemil

Hospital Norospar

Hospital Uopeccan

Universidade Paranaense (Unipar)

Centro de Medicina Nuclear Umuarama

Clínica Ziliotto

Advogada Érica Peteno

Associação Comercial e Industrial de Umuarama (Aciu)

Núcleo de Tecnologia da Informação de Umuarama (NTI)

Fonte:

Deixe seu comentário