Portal da Cidade Umuarama

Cisa

Atenção a pacientes com condições crônicas de saúde é padronizado na região

Novo modelo propõe um sistema lógico que organiza o funcionamento das redes de atenção à saúde

Postado em 13/05/2019 às 11:03 |

Uma série de treinamentos está sendo realizada para apoiar e preparar de forma contínua os profissionais de saúde (Foto: Ilustrativa)

O Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cisa-Amerios) está implantando o Modelo de Atenção às Condições Crônicas (MACC), proposto pelo Ministério da Saúde, em todos os municípios consorciados. Uma série de treinamentos está sendo realizada para apoiar e preparar de forma contínua os profissionais de saúde que participam da identificação, cadastramento, estratificação de risco e monitoramento do plano de cuidado das redes dos hipertensos, diabéticos e idosos de alto risco dos municípios consorciados.

O 1º Whorkshop: Modelo de Atenção às Condições Crônicas (MACC), para enfermeiros e secretários de saúde dos municípios consorciados, lotou o auditório Silas M. Pereira, na sede do Cisa-Amerios, em Umuarama, na última quinta-feira (9).

“O treinamento será oferecido até que todos os municípios tenham padronizado o modelo de atendimento. Novos encontros estão sendo programados para as próximas”, disse o coordenador geral do Cisa-Amerios, Nilson Manduca.

De acordo com o Ministério da Saúde, o novo modelo propõe um sistema lógico que organiza o funcionamento das redes de atenção à saúde de pacientes em condições crônicas, ou seja, com condições de saúde de curso mais ou menos longo ou permanente que exigem respostas e ações contínuas, proativas e integradas do sistema de atenção à saúde, dos profissionais de saúde e das pessoas usuárias para sua estabilização e controle efetivo, eficiente e com qualidade.

As palestras são ministradas por profissionais que integram o Cisa-Amerios. No primeiro workshop, foram palestrantes: o médico cardiologista Dr. Tony Bartoli, a fonoaudióloga Alexandra Lopes Rino, a assistente social Elizabeth de Souza Carvalho Gomes, a nutricionista Thais P. Fernandes e as enfermeiras Symara Rodrigues Bernardelli Oliveira, Camila Coiado Orceli e Caroline Ferrari Fernandes.

Para demonstrar o novo modelo, a equipe convidou um casal de idosos, pacientes do Ambulatório do Idoso Frágil do Cisa-Amerios e promoveu aos participantes uma vivencia de como deve ser a abordagem, cadastramento e atenção ao público-alvo, segundo o novo modelo.

Os treinamentos são oferecidos através do “Programa de Integração e Formação Continuada do Cisa-Amerios”, que visa promover a integração entre os especialistas e profissionais do Consórcio com os profissionais que atuam nas unidades de saúde dos municípios.

“O Workshop abordou questões próprias do atendimento desses pacientes, capacitando os profissionais a orientar e executar de forma correta os planos de cuidados. É mais uma ação de integração que visa ampliar e qualificar o atendimento e, consequentemente, melhorar as condições de saúde e a qualidade de vida dos pacientes atendidos”, disse o coordenador geral do Cisa-Amerios, Nilson Manduca.

Fonte:

Deixe seu comentário