Portal da Cidade Umuarama

Delivery

Supermercado é multado em quase R$ 500 mil por não cumprir prazo de entrega

Conforme relatado por consumidores, o supermercado não cumpria o prazo de entrega anunciado no delivery

Postado em 01/04/2020 às 10:38 |

A loja, segundo informações da Prefeitura de Maringá, fica localizada no Novo Centro (Foto: Prefeitura Municipal de Maringá)

Um supermercado de Maringá foi multado em quase R$ 500 mil nesta terça-feira, 31, após fiscais do Procon constatarem problemas denunciados por consumidores. A loja, segundo informações da Prefeitura de Maringá, fica localizada no Novo Centro.

"Recebemos denúncias de clientes e constatamos os problemas", disse o fiscal Bruno Cesar Bieli. De acordo com o Procon, o órgão recebeu diversas denúncias que de o estabelecimento não estava cumprindo os serviços anunciados. 

Conforme relatado por consumidores, o supermercado não cumpria o prazo de entrega anunciado no delivery, os pedidos de cancelamento solicitados não estavam sendo atendidos e o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) também não funcionava. Após uma visita dos scais, a empresa foi multada em R$ 497.037,04. 

Segundo o gerente do local, o estabelecimento está lidando com grande volume de compras e tenta cumprir os prazos estabelecidos. Além da multa, a empresa recebeu notificação e tem um prazo de 48 horas para apresentar justificativas sobre os problemas nos serviços. O supermercado também tem até dez dias para recorrer da multa. 

Conforme informações da Prefeitura de Maringá, o mesmo estabelecimento já havia sido autuado pela fiscalização da Secretaria da Fazenda no sábado passado, 28. Equipes agraram a empresa descumprindo 

normas do decreto municipal 445/2020, que estabelece medidas de prevenção ao coronavírus. Segundo a fiscalização, o supermercado tinha portas abertas sem que o fluxo de pessoas fosse controlado, havia aglomeração de pessoas dentro do local, entre outros problemas.

Leia essas e outras notícias de Maringá e região no Portal GMC Online.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas