Portal da Cidade Umuarama

Destruição

DER alerta para os perigos causados pelo vandalismo de placas em rodovias

Nas rodovias da região de Umuarama é possível constatar o mesmo tipo de crime

Postado em 11/09/2019 às 14:16 |

Destruição de placas de trânsito coloca condutores e pedestres em risco (Foto: Kauana Siqueira/Portal da Cidade Umuarama)

O Departamento de Estrada de Rodagem (DER-PR) alerta sobre os perigos da destruição de placas de sinalização nas rodovias. No final de agosto, uma pessoa ou grupo de pessoas percorreu um trecho de 15,5 quilômetros da PR-151 derrubando, amassando e até mesmo incendiando placas de trânsito nas margens da rodovia. Em uma única noite foram danificadas 11 placas e seus suportes, causando um prejuízo de cerca de R$ 7 mil. Também nas rodovias da região de Umuarama é possível constatar o mesmo tipo de vandalismo.

As placas indicavam curvas, curva acentuada, limite de velocidade e a direção para cidades. Algumas delas haviam sido colocadas na semana anterior ao ataque. “A destruição da sinalização vertical de uma rodovia aumenta as chances de acidentes. As placas estão ali principalmente para alertar quanto à presença de obstáculos e ao limite de velocidade da via”, afirma o major do Batalhão da Polícia Rodoviária do Paraná, Idevaldo de Paula Cunha Junior, que também é assessor militar do DER/PR.

“Sem as placas o condutor pode ser pego de surpresa ou guiar em uma velocidade superior ao permitido, colocando em risco a sua própria vida, a de outros condutores e a dos pedestres”, ressalta. O major Cunha explica que, caso o cidadão testemunhe o ato de vandalismo ou furto das placas, ele deve fazer a denúncia pelo telefone 190, para a Polícia Militar. “Caso verifique somente o dano já causado ou o sumiço das placas em uma rodovia estadual, ele deve comunicar ao Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná, que tomará as devidas providências”, explica o major Cunha.

Desperdício de recursos

“O crime de vandalismo ou de furto das placas nas rodovias não apenas coloca em risco a segurança da população, como também representa um desperdício do recurso público, do dinheiro de imposto dos paranaenses, e um desperdício do trabalho realizado pelo DER na colocação das placas”, afirma o diretor- geral do DER-PR, Fernando Furiatti. “A equipe poderia se dedicar a colocar placas novas ou substituir antigas, mas, em vez disso, precisa recuperar o estrago feito por vândalos, infelizmente”.

Fonte:

Deixe seu comentário