Portal da Cidade Umuarama

Tragédia

Bebê de apenas 33 dias morre engasgada com leite em Paranavaí

Conforme o Corpo de Bombeiros, a criança era prematura e havia sido amamentada uma hora antes do ocorrido

Postado em 15/04/2019 às 07:51 |

As manobras de reanimação foram feitas, mas a criança não resistiu (Foto: Ilustrativa)

Uma recém-nascida de apenas 33 dias morreu na manhã deste domingo (14), em Paranavaí. De acordo com equipes do SAMU e do Corpo de Bombeiros, que foram acionadas por volta das 6h30, no bairro da Coloninha, para atender a ocorrência, a bebê teria se engasgado com leite.

Conforme o Corpo de Bombeiros, as informações passadas pela família é de que a criança era prematura e havia sido amamentada cerca de 1 hora antes do ocorrido. O casal teria deixado a bebê deitada após a alimentação, enquanto atendiam o outro filho e quando perceberam a garota já estava passando mal.

De acordo com o SAMU, a bebê estava em parada cardiorrespiratória quando a equipe chegou ao local, as manobras de reanimação foram feitas, mas a criança não resistiu.

Logo, o Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para recolher o corpo e descartou morte por violência. O corpo da bebê foi então encaminhado ao Pronto Atendimento Municipal para perícia, mas como a criança já chegou sem vida, o atestado de óbito foi por causas indeterminadas. 

Orientações

O Corpo de Bombeiros recomenda que, sempre após a amamentação, os pais façam com que o bebê arrote, para que respire livremente. Além disso, é de extrema importância que o cuidador dê "tapinhas" nas costas do recém-nascido, a fim de que haja confirmação da desobstrução das vias aéreas.

Em caso de engasgo, a orientação é que segure o corpo do bebê de barriga para baixo na região do antebraço. A criança precisa estar com a boca aberta e com cabeça posicionada na mão do adulto. Após isso, é necessário dar cinco tapas no meio das costas exercendo uma força razoável. Posteriormente, com o corpo do recém-nascido virado para cima, o adulto precisa realizar cinco compressões no peito da criança com dois dedos.

Caso o recém-nascido não volte a respirar, a orientação é que vire o corpo da criança para baixo novamente, repetindo o procedimento até que a respiração volte ao normal e o socorro chegue até o local.

Fonte:

Deixe seu comentário