Portal da Cidade Umuarama

Terror

Vídeo mostra suspeito de estupro abordando vítima na região de Cianorte

Segundo a vítima, do momento da abordagem até a sua liberação, foram aproximadamente duas horas em poder do criminoso

Postado em 24/01/2020 às 08:55 |

Após abordagem, suspeita obriga vítima a andar de mãos dadas com ele, como se fossem namorados (Foto: Divulgação)

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que um homem aborda uma jovem de 20 anos na cidade de Japurá (região de Cianorte). A abordagem ocorreu no centro da cidade e o suspeito, inicialmente, rouba o celular da jovem, alegando estar armado e ameaçando a vítima. Em seguida o homem chega a mostrar um revólver para ela e pressiona o cano da arma contra seu corpo.

Após essa abordagem, ele a obriga a andar de mãos dadas com ele, como se fossem namorados, para não chamar a atenção de possíveis transeuntes. Em seguida, a jovem foi arrastada para um loteamento vazio na cidade de Japurá, onde o acusado consumou o ato de violência sexual.

Segundo a vítima, do momento da abordagem até a sua liberação, foram aproximadamente duas horas em poder do criminoso. O autor do estupro, um homem de 26 anos, foi preso no dia seguinte em Cianorte, após furtar um telefone celular. Ele já tinha passagem pelo crime de estupro de vulnerável, praticado há aproximadamente dois anos. Acusado estava em liberdade, após ter passado um tempo preso.

O caso de estupro aconteceu no dia 12 de janeiro, e em trabalho conjunto com a Polícia Militar de Japurá, foram feitas diligências e na madrugada do dia 14, o suspeito chegou a ser identificado e fotografado. Por não haver provas suficientes sobre a autoria do estupro, neste primeiro momento ele foi liberado. No dia seguinte (15), este mesmo indivíduo foi preso em Cianorte em flagrante por ter cometido o furto de um celular, juntamente com um comparsa da cidade de São Tomé.

Com o homem preso, as investigações continuaram e, na quinta feira (16), foi solicitado o mandado de prisão preventiva do acusado, após certeza de tratar-se do acusado do crime cometido em Japurá.

O suposto autor nega que tenha praticado o crime de estupro, mas segundo o delegado Gabriel Stecca todas as provas levam ao acusado. Uma delas, a principal, foi o reconhecimento da vítima que, ao ver o acusado, ficou extremamente abalada emocionalmente.

Fonte:

Deixe seu comentário