Portal da Cidade Umuarama

Motivo torpe

Polícia prende acusados de matar estudante de agronomia em Campo Mourão

Matheus Monteiro da Silva, de 21 anos, levou duas facadas - no peito e lombar - e morreu no hospital

Postado em 15/05/2019 às 10:45 |

A Polícia Militar fez a prisão da dupla após ser informada que eles estavam em uma chácara próxima à comunidade Barreiro das Frutas (Foto: Tribuna do Interior)

A Polícia Militar prendeu na noite dessa terça-feira (14), dois jovens acusados da morte de Matheus Monteiro da Silva, de 21 anos, assassinado na madrugada de terça. Os suspeitos, identificados como Rodrigo e Ricardo, foram detidos após denúncia anônima. 

A Polícia Militar foi informada que eles estavam em uma chácara próxima à comunidade Barreiro das Frutas. Os policiais foram ao local e os detiveram. O irmão dele, que estava na residência e deu cobertura na fuga, abrigando o mesmo na propriedade, também foi preso. A polícia apreendeu ainda um veículo Volkswagen Cross Fox e certa quantia de cocaína. 

De acordo com o delegado chefe da 16ª Subdivisão Policial de Campo Mourão, Nilson Rodrigues da Silva, ambos foram denunciados por homicídio qualificado, quando o crime é por motivo torpe. “A partir do momento que aconteceu este homicídio as policiais saíram a campo e não pararam. E acabaram prendendo o primeiro autor e depois o segundo, e ambos foram autuados em flagrante”, explicou.

Ainda segundo o delegado, um terceiro envolvido no crime encontra-se foragido. A polícia Civil vai representar pela prisão preventiva do mesmo. “O fato foi grave e uma resposta foi dada de forma imediata a família da vítima”, falou o delegado. 

À polícia os acusados informaram que houve um desentendimento, quando Ricardo, que trabalha no bar entrou no estabelecimento, pegou uma faca e atacou fatalmente a vítima. Dois dos envolvidos são de Campo Mourão e Rodrigo de Peabiru. A identidade do terceiro acusado não foi divulgada pela polícia. 

(Foto:Reprodução/Facebook)

O crime 

O crime aconteceu por volta das 00h05 de terça-feira, após uma briga entre jovens no centro da cidade. Matheus Monteiro da Silva, de 21 anos, levou duas facadas - no peito e lombar. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu ao dar entrada no Pronto Socorro. O amigo dele da mesma idade, Hudson Fernandes Rodrigues, também foi atingido com golpes de faca e está hospitalizado na Santa Casa. Foi o sétimo homicídio registrado no município desde o início do ano. Matheus é filho de um policial militar.

Fonte:

Deixe seu comentário