Portal da Cidade Umuarama

Soterrado

Depois de muito trabalho, bombeiros retiram corpo de dentro de silo em Umuarama

Os trabalhos de buscas das equipes do Corpo de Bombeiros foram iniciados às 20h da terça-feira (12) e terminaram às 14h desta quarta-feira (13)

Postado em 13/01/2021 às 15:01 |

Alexson Gomes Moreira, de 46 anos, caiu dentro do silo na noite de terça-feira (12) e foi dado como morto pelos bombeiros (Foto: Portal da Cidade Umuarama)

Após muito trabalho, o Corpo de Bombeiros conseguiu retirar, na tarde desta quarta-feira (13), o corpo do homem de 46 anos, que havia caído dentro de um silo de soja de uma empresa localizada na Rodovia PR-323, em Umuarama. Alexson Gomes Moreira caiu dentro do silo na noite de terça-feira (12) e foi dado como morto pelos bombeiros.

Os trabalhos de buscas das equipes do Corpo de Bombeiros foram iniciados às 20h da terça e terminaram às 14h desta quarta-feira. Em entrevista ao Portal da Cidade Umuarama, o tenente Marçal Gabriel da Costa explicou que o trabalhador caiu da parede do silo e ficou soterrado. Com mais outros dois trabalhadores, a vítima realizava a soltura da soja que fica compactada nas paredes do silo.

O local do acidente passou por perícia e o corpo do trabalhador foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal

Durante a noite os bombeiros realizam uma ancoragem e conseguiram acessar um dos braços do trabalhador, e até tentaram retirar ele, mas o volume de soja impossibilitou a manobra. Por isso, foi iniciada ainda na noite a retirada dos grãos junto com funcionários da empresa.

Os bombeiros contaram também com a ajuda de dois tratores, entre eles uma pá-carregadeira da prefeitura, para a retirada da soja por três aberturas feitas no silo. O local do acidente passou por perícia e o corpo do trabalhador foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Umuarama.

O volume de soja impossibilitou a retirada do corpo do trabalhador, sendo necessário o esvaziamento do silo

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário