Portal da Cidade Umuarama

saúde mental

Quadros de depressão podem ser tratados com auxílio da hipnoterapia

A hipnose faz um estudo aprofundado ao histórico de vida do indivíduo, que pode revelar a causa de problemas emocionais crônicos

Postado em 01/03/2021 às 16:00 |

A hipnoterapeuta atende na Rua Amambaí, atrás do Hospital Cemil (Foto: Valmir Pessoa/Portal da Cidade Umuarama)

A depressão já atinge 322 milhões de pessoas em todo o mundo. Caracterizada por tristeza e desânimo frequentes e pensamentos negativos, além de outros sintomas, o paciente depressivo perde gradativamente o ânimo e o prazer pelas atividades que faziam parte do seu dia a dia, se isola e abandona muitas vezes o trabalho, contato com amigos e familiares. 

Entre as queixas que pessoas depressivas frequentemente apresentam, estão:

- Tristeza; Baixa Autoestima

- Sensação de vazio; Insônia;

- Ganho de peso;

- Vontade de dormir em excesso;

- Sentimentos de medo, culpa, rejeição

- Pensamentos suicidas;

- Alterações de humor, especialmente irritabilidade;

- Palpitações; Enxaquecas;

- Problemas intestinais; e

- Dificuldade de concentração.

Não necessariamente aquele que apresentar um desses sintomas de maneira isolada, estará automaticamente diagnosticado com depressão. 

Como a hipnoterapia pode atuar nesses casos

Há alguns meses uma jovem de 27 anos diagnosticada com depressão veio até o consultório se queixando de uma forte enxaqueca e muitas dores pelo corpo. Sua bolsa era repleta de medicamentos, muito se assemelhava a uma, farmácia de tanta medicação que havia dentro dela.

Iniciamos o tratamento e Estela se recordou que a mãe era muito ciumenta, desconfiada, vigiava e seguia o marido, com medo de que ele a traísse, saía e deixava a criança sozinha em casa.

Eles moravam no mesmo quintal dos avós de Estela, que tinha uma tia com esquizofrenia. Em uma dessas investigações a procura da traição, a mãe de Estela a deixou sozinha e saiu. A tia de Estela ficou olhando de longe (com a intenção de cuidar da menina) mas a pequena criança se sentiu desprotegida, abandonada e se contraia de tanto medo.

Por fim, chegamos ao causador desse desse comportamento amedrontado: ela carregou por toda vida o medo do abandono. Em situações cotidianas, como terminar um namoro ou não ter passado numa seleção de emprego, a situação voltava à tona e só se agravava. As dores aumentavam e os remédio não faziam mais o mesmo efeito. Continuamos os tratamentos e hoje, Estela já não se queixa mais de dores e dos pensamentos depressivos. 

A hipnoterapia pode auxiliar juntamente com outros tratamentos tradicionais, pois ambos visam a saúde e o bem-estar do ser humano.

Mesmo que você não se lembre, pode ter ocorrido algum fato em que não soube lidar emocionalmente, na época em que aconteceu, e isso lhe impede, trava, atrapalha e pode levar a doenças mais graves, assim como o caso da Estela.

Não espere acontecer o pior para começar a cuidar de você.

Clique para iniciar uma conversa via WhatsApp e agendar sua consulta

*A Clínica de Hipnoterapia não realiza atendimentos por meio de convênios médicos

Espaço Sandra Freitas - Clínica de Hipnoterapia
Rua Amambaí 3433 B – Zona I A (Atrás do Hospital Cemil)
Atendimento de segunda a sexta-feira, das 9h as 17h
E-mail: atendimento@espacosandrafreitas.com.br
Facebook | Instagram | WhatsApp | Youtube


Qual sua especialidade
Publique seu conteúdo aqui na editoria Papo de Especialista do Portal da Cidade.
Ligue (44) 3056-5231 ou fale conosco pelo WhatsApp (44) 99910-0138


Todas as informações e opiniões contidas neste artigo, seja em texto ou em vídeo, são de total responsabilidade de seus autores e não expressam, necessariamente, as posições do Portal da Cidade

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias

data-matched-content-ui-type="image_stacked" data-matched-content-rows-num="2" data-matched-content-columns-num="3">

Mais Lidas