Portal da Cidade Umuarama

precaução

Conheça 7 maneiras eficazes para prevenir a perda auditiva

A perda auditiva atinge cada vez mais pessoas de todas as idades. A fonoaudióloga Thalita Lemes listou cuidados cruciais que auxiliam a evitar o problema

Postado em 29/04/2020 às 15:00 |

A perda auditiva pode ter origem ligada às mais diversas causas. Envelhecimento, exposição a ruído excessivo, problemas genéticos, doenças infecciosas e uso de certos medicamentos são algumas delas.

O problema atinge aproximadamente 466 milhões de pessoas em todo o mundo e a estimativa é que o número continue a crescer. Porém, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), metade de todos os casos de perda auditiva poderiam ter sido evitados.

Confira sete dicas simples para proteger seus ouvidos:

1. Evite barulhos altos: uma das principais causas de perda auditiva é a exposição ao ruído. A melhor forma de prevenir a perda auditiva induzida por ruído é evitar barulhos extremamente altos (acima de 85 dB), como em boates, shows, eventos esportivos, ferramentas elétricas, explosivos, motores a jatos e armas de fogo.

2. Use fones de ouvido com cuidado: ouvir música alta em fones de ouvido é um dos maiores perigos para sua audição. Segundo a OMS mais de 1 bilhão de jovens correm o risco de desencadear perda de audição devido ao uso incorreto de fones de ouvido.

3. Mantenha as orelhas secas: o excesso de umidade nos ouvidos pode fazer com que as bactérias entrem e ataquem o canal auditivo. Portanto, sempre seque os ouvidos com cuidado após tomar banho ou nadar. Caso sinta que a água ficou acumulada no ouvido, incline a cabeça e pressione levemente para que a umidade saia, se persistir procure um otorrinolaringologista.

4. Trate infecções adequadamente: se não forem tratadas adequadamente, as infecções nos ouvidos podem causar perda auditiva. Por isso, é importante ficar atento sempre que perceber sinais de gripes, resfriados e dores no ouvido. Nesses casos, procure um médico otorrinolaringologista para fazer o tratamento indicado e evitar complicações para sua saúde auditiva.

5. Jamais use cotonetes: o hábito de utilizar hastes flexíveis de algodão para limpar os ouvidos é desaconselhável pelos profissionais de saúde. Ao colocar qualquer objeto dentro do canal auditivo, você corre o risco de danificar partes sensíveis. Se o acúmulo de cera estiver prejudicando a audição, a melhor alternativa é sempre procurar ajuda médica.

6. Consulte o otorrinolaringologista com frequência: não deixe para buscar ajuda médica somente quando apresentar algum problema auditivo. Inclua a consulta com o especialista em saúde auditiva na sua rotina de cuidados com o corpo.

7. Procure um profissional de fonoaudiologia e faça testes auditivos: procure um profissional de fonoaudiologia e faça testes auditivos: Também é importante incluir os testes auditivos em seus exames regulares, principalmente se você está exposto a ruídos no trabalho ou tem mais de 60 anos de idade. A perda auditiva não tratada pode prejudicar a qualidade de vida, além de estar associada a outros problemas de saúde, como demência, depressão e até doenças cardíacas.

Thalita Lemes / Fonoaudióloga

Fique atento

Nunca é cedo demais para prevenir a perda auditiva. Adotar um estilo de vida saudável, proteger seus ouvidos de sons elevados e cuidar da saúde de modo geral, bem como ficar atento a qualquer sinal de que há algo errado com a sua audição. Na dúvida, procure sempre um profissional.

Thalita Lemes / Fonoaudióloga


Thalita Lemes
Fonoaudióloga - CRFa 10022-PR

Clínica da Audição
Avenida Londrina, 3954, Edifício Burle Marx, Sala 28
(44) 99949-5801
Facebook | InstagramWhatsApp 


Qual sua especialidade?
Publique seu conteúdo aqui na editoria Papo de Especialista do Portal da Cidade.
Ligue (44) 3056-5231 ou fale conosco pelo WhatsApp (44) 99910-0138


Todas as informações e opiniões contidas neste artigo, seja em texto ou em vídeo, são de total responsabilidade de seus autores e não expressam, necessariamente, as posições do Portal da Cidade.

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário