Portal da Cidade Umuarama

isolamento

Como cuidar da saúde mental em tempos de tantas incertezas?

Durante o isolamento social e em meio a uma pandemia, mudamos nossa rotina e comportamento. Veja o que diz a psicóloga Mary Segatti

Postado em 02/04/2020 às 14:28 |

Mary Segatti é psicoterapeuta e atua com atendimento a crianças, adolescentes e adultos (Foto: Divulgação)

É fato que estamos passando por um problema mundial e que está afetando a economia e a rotina do nosso país. 

O isolamento social é algo atípico para o ser humano, ainda mais o povo brasileiro que é tão caloroso e receptivo com o próximo.

Com a quarentena que estamos sendo submetidos, não podemos descuidar da nossa saúde mental, além dos cuidados básicos para nos proteger.

É importante ficarmos atentos a sintomas de ansiedade, angústia, depressão, pânico, entre outros.

Afinal como cuidar da sua saúde mental:

- Evite bombardeios de informações na quarentena.

Um dos principais fatores de ansiedade é o excesso de informações, gerando assim medo excessivo.

Procure assistir um bom filme (comédia), ler um bom livro etc.

- Estabeleça uma rotina. 

Primeiro estabeleça um horário para acordar, evite ficar de pijama, procure uma roupa confortável. Procure se alimentar bem ao longo do dia e não faça do home office uma desculpa para trabalhar mais horas do que o devido, procure o equilíbrio.

- Utilize a tecnologia para se aproximar das pessoas.

Por mais que o isolamento social seja muito frustrante, a tecnologia pode ser nossa aliada nesse momento, faça chamadas de vídeo, converse com os amigos, familiares etc. Aproveite para estreitar laços com as pessoas queridas.

- Use a quarentena para se dedicar à atividades que gosta. 

Agora é o momento para se dedicar a um hobby, pintar, desenhar, escrever, ler ou aprender a cozinhar.

Com a internet temos acesso a muitos conteúdos gratuito. É possível assistir aulas online, fazer cursos etc.

- Pratique Meditação 

Caso você nunca tenha praticado a recomendação é utilizar aplicativo com meditação guiada. A meditação irá te ajudar a diminuir os níveis de ansiedade e estresse.

- Faça terapia 

Muitos pacientes e psicólogos já estão migrando as sessões de terapia do consultório presencial para o online.

Caso você já faça terapia, não deixe de realizar as sessões por conta do isolamento, converse com o seu psicológico sobre a possibilidade da prática ser realizada online.

Se você ainda não faz terapia e sentir que está com os níveis de ansiedade muito altos, essa pode ser a melhor hora para começar a se cuidar.

A terapia é uma grande aliada em diferentes momentos de nossas vidas e agora não poderia ser diferente. Um psicólogo pode ser essencial para te ajudar a lidar com o medo e pânico excessivo, procure ajuda .

- Procure cultivar pensamentos positivos 

Os pensamentos negativos geram ansiedade. Ao acordar faça um alongamento, foque na sua respiração e agradeça. A gratidão é uma ferramenta maravilhosa, pratique.

Tenha certeza de que você não está sozinho. Por mais que o isolamento social afete a saúde mental e faça as pessoas se sentirem sozinhas, é um momento delicado pelo qual todos nós precisamos passar juntos.

Clique para iniciar uma conversa via WhatsApp e agendar sua avaliação

Mary Segatti

Psicóloga - CRP 08/08979
Atua com avaliação psicológica, acompanhamento psicoterapêutico em crianças, adolescentes e adultos, ludoterapia infantil e orientação vocacional.   

Pç. Hênio Romagnoli, 3800 - Ed. Centro Comercial – Sala 103
(44) 99916 5930 
Instagram | Facebook | WhatsApp  


Qual sua especialidade?      
Publique seu conteúdo aqui na editoria Papo de Especialista do Portal da Cidade.
Ligue (44) 3056-5231 ou fale conosco pelo WhatsApp (44) 99910-0138  


Todas as informações e opiniões contidas neste artigo, seja em texto ou em vídeo, são de total responsabilidade de seus autores e não expressam, necessariamente, as posições do Portal da Cidade. 

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário