Portal da Cidade Umuarama

cronograma

Escola da Zona 6 tem mais uma etapa pronta e se aproxima da fase de acabamento

A nova escola terá 12 salas de aula, além de cozinha, refeitório, pátio coberto, banheiros e demais dependências administrativas

Postado em 26/07/2019 às 10:03 |

Previsão de conclusão da obra é para o primeiro trimestre de 2020 (Foto: Tiago Boeing / PMU)

A construção da escola municipal da Zona VI, na Avenida Goiânia – ao lado do Centro da Juventude – avançou mais um estágio nos últimos dias. As paredes do último bloco de salas de aula foram respaldadas e a construtora responsável pela obra já concretou as lajes. O próximo passo é o madeiramento e a cobertura para, em seguida, serem implantadas as instalações hidráulicas, o acabamento e por fim as instalações elétricas.

Na parte mais adiantada, a empresa responsável inicia em breve a colocação de pisos e revestimentos. A obra foi abandonada pela primeira construtora e um novo contrato foi negociado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Obras, Planejamento Urbano e Projetos Técnicos, por orientação do prefeito Celso Pozzobom. A empresa do segundo contrato retomou o trabalho em abril deste ano e desde então o cronograma tem sido mantido. 

Com o novo contrato, a previsão de conclusão da obra foi estendida para o primeiro trimestre de 2020. “Esperamos que essa obra importante não tenha mais interrupções nem problemas. Esta estrutura é muito importante para transferirmos os alunos da atual Escola Tempo Integral, que funciona na Rua Anhumai – antigo Centro Social Urbano”, lembrou o prefeito Celso Pozzobom. 

Como se trata de um prédio antigo – com quase 40 anos de utilização – e que não foi construído para abrigar uma escola, o ambiente não é o mais adequado para as crianças, que passam o dia todo no estabelecimento. “Uma reforma exigiria um alto investimento e ainda assim o prédio não seria ideal para a escola. Por isso, o prefeito optou pela retomada da obra e pela agilidade na conclusão. Logo as crianças da Escola Tempo Integral terão um ambiente mais confortável e apropriado para a educação e a convivência”, acrescentou o secretário municipal de Obras, Planejamento Urbano e Projetos Técnicos, Isamu Oshima. 

A nova escola terá 12 salas de aula, além de cozinha, refeitório, pátio coberto, banheiros e demais dependências administrativas, e está orçada em R$ 2 milhões 910 mil.

Fonte:

Deixe seu comentário