Portal da Cidade Umuarama

Educação

Campus da Unespar busca implantação de mais três cursos em Campo Mourão

A escolha dos novos cursos foi feita por enquete on-line, realizada no início deste ano, com quase 3 mil votantes, entre comunidade interna e externa

Postado em 29/06/2020 às 16:22

A Universidade Estadual do Paraná trabalha para implantar os cursos de graduação em Direito, Agronomia e Odontologia (Foto: Tribuna do Interior)

Sem oferecer novos cursos desde 2011, o campus de Campo Mourão da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) trabalha para implantar os cursos de graduação em Direito, Agronomia e Odontologia. A escolha dos novos cursos foi feita por enquete on-line, realizada no início deste ano, com quase 3 mil votantes, entre comunidade interna e externa.

“A demanda da sociedade evidencia a necessidade de abrir novos cursos gratuitos”, justifica o diretor do campus, professor João Marcos Borges Avelar. Ele afirma que as tratativas com o governo do Estado para implantação de novos cursos foram iniciadas há cerca de um ano. Um grupo de trabalho específico para este fim foi criado, composto por professores, um estudante e comunidade externa, representada por membros Conselho Consultivo Comunitário do campus.

O coordenador do grupo, professor Adalberto Dias, explica que embora dois dos três cursos escolhidos já sejam ofertados por faculdades privadas no município, o custo da mensalidade faz com que eles não sejam acessíveis a grande parte da população. “Somos uma instituição pública a serviço da sociedade. Se estes cursos apresentaram maior demanda via questionário, então entendemos que esta também é nossa realidade”, justifica.

Embasado no resultado da enquete, o grupo decidiu desenvolver e apresentar as propostas aos conselhos superiores da universidade. Na última reunião, realizada no dia 2 de junho, ficou definido que cada proposta será desenvolvida por uma subcomissão. “Neste primeiro momento serão realizadas consultas aos conselhos de classe ligados aos cursos, bem como às universidades estaduais que já ofertam as graduações”, relata o coordenador.

As propostas dos cursos devem ser aprovadas pelo Conselho de Campus, Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), Conselho de Administração e Finanças (CAD) e Conselho Universitário (COU). Após isso, ainda depende de aprovação da Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (Seti). A previsão é de que os Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC) tramitem para deliberação nos conselhos da universidade até o próximo ano. O último curso criado pelo campus foi o de licenciatura em História, há nove anos.

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Mais Lidas