Portal da Cidade Umuarama

Medida

Telas protegem canteiros da Praça Miguel Rossafa da ação de pombos

A quantidade de pombos é grande, praticamente durante todo o dia, eles representam riscos para a saúde da população

Postado em 11/10/2018 às 09:49 | Atualizado hoje às 06:41

As telas de sombrite serão retiradas em breve, quando as mudas atingirem a maturidade e não forem mais alvo das aves (Foto: Tiago Boeing)

Frequentadores da Praça Miguel Rossafa, uma das preferidas da população para caminhadas, exercícios físicos, lazer e brincadeiras para as crianças, têm se perguntado sobre os motivos para a utilização de sombrite sobre os canteiros de flores. Além de regular a quantidade de luz, quando a radiação solar excede o nível ideal para as plantas, há outra razão importante, segundo o diretor de Meio Ambiente da Prefeitura, Matheus Michelan Batista.

Desde a última troca de flores, da espécie sunpatiens, as mudas têm sido atacadas por pombos. “As aves, que se habituaram à praça por causa dos alimentos fornecidos por frequentadores, comem os botões de flores antes que eles se abram e a tela de sombrite foi a melhor forma que encontramos para evitar esse problema”, explica o diretor.

A quantidade de pombos é grande, praticamente durante todo o dia, e além do prejuízo com as mudas danificadas representa outros riscos para a população. “Eles sujam a praça, estragam as flores e suas fezes podem transmitir doenças. Por isso, é desaconselhável que sejam alimentados pelos usuários. Os pombos conseguem encontrar alimentos com facilidade na natureza, para o seu sustento, mas acabam mal acostumados quando obtém comida com facilidade e abundância na praça”, orienta Matheus Batista.

As telas de sombrite serão retiradas em breve, quando as mudas atingirem a maturidade e não forem mais alvo das aves. A Praça Miguel Rossafa conta com cerca de 1.500 mudas plantadas, de variadas cores, e a duração média dos canteiros é de um ano, desde que feito o manejo correto e irrigação em períodos de estiagem. Além da ação dos pombos, algumas plantas se perdem por serem pisoteadas por visitantes da praça e também por furtos – já que algumas pessoas arrancam mudas para levar para casa.

Fonte: Portal da Cidade Umuarama

Deixe seu comentário