Portal da Cidade Umuarama

Temporal

Secretarias se unem para recuperar danos causados pela chuva em Umuarama

Uma verdadeira força-tarefa foi montada para atendimento às famílias, inclusive durante a madrugada

Publicado em 22/09/2022 às 17:09
Atualizado em

Além do Industrial, outros bairros foram atingidos – com menor intensidade, porém trazendo vários prejuízos financeiros para os moradores e para a prefeitura (Foto: Assessoria)

Seguramente a região mais afetada pela força das chuvas que atingiram Umuarama na tarde da última quarta-feira (21) foi a do Parque Industrial, conforme relatório de atendimentos apresentado pela Defesa Civil. Várias casas ficaram alagadas, fossas transbordaram, calçadas quebraram e o asfalto ficou destruído em vários pontos do bairro. Segundo o Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais), em algumas horas, choveu quase 80 mm.

Uma verdadeira força-tarefa foi montada para atendimento às famílias, inclusive durante a madrugada. As equipes de profissionais das secretarias de Obras e de Serviços Públicos estão trabalhando em horário especial para pode tentar reparar, o quanto antes, os pontos mais críticos. “Muitos dos trabalhos de reparos e readequações só poderão ser realizados quando o tempo estiver mais firme, caso das estruturas de galerias de águas pluviais. Algumas ações estão sendo priorizadas, porém tudo depende da pausa na chuva, de recursos e de escalonamento dos profissionais”, pontuou Gleison Alves de Andrade, secretário de Obras.

Profissionais do Cras (Centro de Referência em Assistência Social) iniciaram o atendimento aos moradores do Parque Industrial ainda antes das 8h desta quinta-feira (22), que buscaram ajuda na Associação Vida e Solidariedade – Dona Maria da Sopa. E, conforme relatado em matéria desta quarta-feira (21) apenas uma casa o alagamento acabou com todos os móveis, porém a Secretaria de Assistência Social ofereceu todo apoio necessário. “Iniciamos a arrecadação de colchões junto à comunidade e já começaram a chegar. Também destacamos uma equipe para ir buscar as doações nas casas de pessoas que não tinham como levar até a sede da assistência social”, comenta a secretária Adnetra Vieira dos Prazeres Santana.

Ela conta que foram entregues roupas, cobertores e cestas básicas, além de feito todo um cadastramento de famílias que vão precisar de móveis e outras doações. “Quem não puder entregar e tiver como contribuir, pedimos a gentileza de que entrem em contato pelo telefone (44) 3906-1020 que vamos programar para que as equipes da administração municipal possam ir retirar”, avisa.

Além do Industrial, outros bairros foram atingidos – com menor intensidade, porém trazendo vários prejuízos financeiros para os moradores e para a prefeitura. Segundo a Defesa Civil, nenhuma lona precisou ser distribuída. “O que ocorreu foram grandes enxurradas, então as águas passaram por baixo, quebrando calçadas e prejudicando ruas asfaltadas e sem asfalto, bocas de lobo, galerias. Também temos vários profissionais a campo cuidando dos casos de quedas de galhos de árvores em várias regiões da cidade”, acrescenta João Paulo de Souza, secretário de Serviços Públicos.

O prefeito Hermes Pimentel comentou que sobre as estradas rurais, nenhum chamado sobre regiões intransitáveis foi registrado, mas que as equipes estão correndo a região para certificar que tudo está bem. “Na agricultura, nenhuma perda foi registrada. Na região do cemitério, as galerias de águas pluviais transbordaram, mas as equipes de obras estavam lá para garantir a segurança dos moradores dos bairros que ficam ao fundo. Não houve nenhum chamado de emergência para socorro a vítimas e graças a Deus não registramos feridos ou mortos”, afirmou.

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário