Portal da Cidade Umuarama

trânsito

Maio Amarelo expõe veículos acidentados em locais estratégicos de Umuarama

Campanha posicionou os automóveis no centro para conscientizar os motoristas a trafegarem com mais atenção e responsabilidade

Postado em 14/05/2019 às 17:10 |

Ações do Maio Amarelo chamaram atenção da população de Umuarama (Foto: Tiago Boeing / PMU)

A incidência recorrente de acidentes – a maioria preveníveis – mostra que campanhas de trânsito como o Maio Amarelo, que visa conscientizar condutores e pedestres para um trânsito mais seguro, precisam ser constantes em Umuarama. Apesar de todas as orientações, palestras, panfletagem e blitz realizadas pela Diretoria de Trânsito (Umutrans), Guarda Municipal, Polícia Militar e demais parceiros, as estatísticas ainda apontam um longo caminho pela frente.

No último final de semana, por exemplo, dois acidentes em pleno centro da cidade despertaram a atenção. Na madrugada de domingo, o choque de um veículo contra uma árvore da Praça Arthur Thomas resultou na prisão do condutor que, segundo a PM, dirigia com claros sinais de embriaguez. Na tarde do mesmo dia, no cruzamento da Avenida Paraná com a Flórida, apesar de haver semáforo no local, o choque entre dois veículos provocou o tombamento de um deles e a condutora sofreu ferimentos.

Nos últimos dias, uma das ações do Maio Amarelo foi posicionar veículos acidentados em pontos estratégicos do centro para conscientizar os motoristas a manter atenção na direção e respeitar a sinalização, além de trafegar com o veículo em boas condições. “A maior causa de acidentes, hoje em Umuarama, inclui embriaguez ao volante e desrespeito à sinalização – como excesso de velocidade, cruzar preferenciais, não respeitar semáforos e desviar a atenção por usar celular enquanto dirige ou caminha, no caso de pedestres”, lembra a diretora da Umutrans, Dianês Maria Piffer.

A campanha educativa Maio Amarelo é direcionada principalmente aos motociclistas, que são as maiores vítimas do trânsito. Entre janeiro e abril deste ano, foram registrados mais de 230 acidentes na cidade, com sete mortes (um pedestre atropelado, um ciclista e cinco motociclistas) e três vítimas estavam embriagadas. A maioria das colisões, quedas e atropelamentos acontece na região central, apesar de toda a sinalização existente. Com o slogan “No trânsito o sentido é a vida”, a campanha reúne diversos parceiros em defesa de um trânsito mais seguro.


Programação

A abertura do Maio Amarelo ocorreu durante o passeio ciclístico do Dia do Trabalhador. A campanha segue com simulação de acidentes feita pelo Corpo de Bombeiros, distribuição de material educativo pela Umutrans e Ciretran; distribuição de folders nos semáforos e feiras, empresas, escolas, universidades e repartições públicas. Haverá ainda divulgação nas circulares do transporte coletivo e painéis eletrônicos e blitze fiscalizatórias realizadas pela Guarda Municipal e Polícia Militar.

Flagrantes

Na segunda-feira, 13, uma blitz iniciada às 8h na Avenida Dr. Ângelo Moreira da Fonseca, ao lado do antigo IBC, realizou 140 abordagens que resultaram em oito motocicletas e três automóveis recolhidos ao 25º Batalhão da Polícia Militar. O saldo foi de 27 autuações de trânsito sendo sete por pessoas conduzindo veículos sem permissão ou CNH; cinco por permitir posse/condução de veículo a pessoa não habilitada e 11 autuações por conduzir não licenciado.

Dois motoristas foram multados por dirigir com CNH vencida há mais de 30 dias, outro por conduzir veículo com a carteira cassada e mais dois por permitir posse/condução de veículo a pessoa com carteira de motorista vencida há mais de 30 dias. O Maio Amarelo é uma campanha da Umutrans e Prefeitura de Umuarama, com apoio do Detran/Ciretran, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Conselho Comunitário de Segurança, Contran, Samu, clubes de serviço e demais parceiros.

Álcool e Direção

“A principal causa dos acidentes é o excesso de velocidade, seguido do desrespeito à sinalização e da embriaguez ao volante. Colocamos carros que se envolveram em acidentes em alguns pontos da cidade na última sexta-feira e no final de semana, entre sexta e domingo, houve quatro acidentes bem semelhantes aos simulados, inclusive um capotamento na Avenida Paraná. É muito desrespeito e imprudência. Em todos esses acidentes havia condutores alcoolizados, por isso a PM tem utilizado mais o etilômetro nas blitze”, completou Dianês Piffer.

Fonte:

Deixe seu comentário