Portal da Cidade Umuarama

pesquisa

Itens da lista de material escolar tem variação de 700% em Umuarama

Procon aconselha os pais a ficarem atentos às opções de marcas disponíveis e a reaproveitarem materiais para garantir uma economia maior

Postado em 26/01/2021 às 10:33 |

Pesquisa de preços foi realizada em seis livrarias de Umuarama pelo Procon municipal (Foto: Ilustrativa)

O Procon de Umuarama divulgou nesta segunda-feira (25), uma pesquisa de preços de material escolar para orientar os pais antes das compras voltadas ao início deste ano letivo, embora o retorno das aulas presenciais ainda suscite dúvidas por conta da pandemia de coronavírus. O levantamento de preços foi realizado nos dias 21 e 22 de janeiro, junto a cinco das maiores livrarias da cidade. Foram pesquisados os preços de apontadores, cadernos, canetas, lápis, sete tipos de papéis e mais nove itens.

A pesquisa foi dividida em dois grupos – o de marcas líderes e de marcas mais populares – e constatou grandes diferenças de preço para o mesmo produto, considerando as várias marcas disponíveis no mercado. “Uma sugestão é que o consumidor pesquise bem antes de comprar, pois a variação é grande. Existem muitas opções de marcas no mercado e, sabendo comprar, vai ser possível economizar bastante dinheiro nos materiais escolares”, disse o secretário municipal de Proteção e Defesa do Consumidor, João Paulo Souza Oliveira, coordenador do Procon.

As diferenças são bem expressivas, variando de 27% a até 725% num mesmo produto, como a caneta esferográfica cristal – que pode ser encontrada com preço entre R$ 1,00 e R$ 8,25. Grandes variações de preço também foram notadas no caderno brochura de 96 folhas com capa flexível (706%), borracha branca pequena comum (637%), caderno de caligrafia brochura 40 folhas, capa flexível (636%) e na cola bastão (535%).

A lista de materiais das marcas populares, com 36 produtos básicos, ficou em R$ 164,78, já os mesmos materiais nas marcas líderes de mercado somaram R$ 275,26 na média (entre os valores mais baixos e mais altos). 

As famílias também podem economizar reaproveitando materiais do ano passado. Como a pandemia de coronavírus iniciou ainda no primeiro trimestre de 2020, e as aulas presenciais foram suspensas simultaneamente, existe a possibilidade de que grande parte do material escolar adquirido na época não tenha sido utilizada. “É importante que os pais prestem atenção ao que está sendo pedido na lista de materiais escolares, vejam o que sobrou do ano passado e o que pode ser reaproveitado agora”, reforçou João Paulo.

Proteção Individual

Outra questão apontada pelo coordenador do Procon Municipal é que algumas listas de materiais apresentadas pelas escolas, neste ano, estão exigindo a aquisição de álcool gel individual. “Apesar de ser obrigação da instituição de ensino fornecer o álcool gel, considerado um bem de uso coletivo, por prudência e para dar mais segurança às crianças, a conduta precavida reforça que os pais comprem o álcool gel individual para cada criança”, disse. 

Trata-se de uma proteção extra e com isso o aluno não fica dependendo apenas do álcool fornecido pela escola. Mas é importante orientar as crianças sobre a utilização correta do produto, para evitar maiores riscos. “Mesmo que não haja o pedido da escola, é interessante que os pais comprem álcool gel individual para seus filhos e reforcem a orientação sobre a higienização correta das mãos, reforçando as barreiras contra o contágio do vírus”, completou João Paulo.

O Procon de Umuarama funciona na Av. Presidente Castelo Branco, 3871 (centro), e atende pelo telefone (44) 3621-5600. O expediente é de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, com disponibilização de senhas até as 15h30. 

Link direto para a tabela com o comparativo de preços 

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Mais Lidas