Portal da Cidade Umuarama

Despedida

Homenagem dos 'Anjos do Tatame' emociona família de Tomeya Sasahara; VÍDEO

Mãe e irmão do mestre de artes marciais vieram a Umuarama especialmente para participar da homenagem

Postado em 23/08/2019 às 16:04 |

Muito emocionada, Maria de Fátima Sasahara foi recebida e acolhida por Maria do Carmo da Silva – a Dona Maria da Sopa (Foto: Portal da Cidade Umuarama)

A Associação Vida e Solidariedade reuniu amigos, parentes, pais, colegas de profissão, autoridades políticas e as crianças atendidas pelo Projeto Social ‘Anjos do Tatame’, na tarde desta sexta-feira (23), para homenagear o mestre de artes marciais Tomeya Sasahara Filho, morto na última segunda-feira (19) em um acidente de trânsito na BR-277, em Palmeiras (PR).

Ginásio de Esportes da Escola Municipal Professora Analides de Oliveira Caruso durante a homenagem

A homenagem ocorreu no Ginásio de Esportes da Escola Municipal Professora Analides de Oliveira Caruso, que fica próximo à Associação Vida e Solidariedade. “Os alunos vieram perguntar para nós como fica o projeto e nossa ideia foi com essa homenagem lembrar o legado do professor, que era um verdadeiro pai para essas crianças, para que elas não se esqueçam do que ele ensinou e que mantenham firme o seu propósito, assim também o projeto irá prosseguir”, destacou Roselene de Souza, coordenadora da associação.

Amigos, parentes, pais, colegas de profissão, autoridades políticas e as crianças do projeto acompanharam a cerimônia

A mãe e o irmão do lutador vieram de Avaré (SP) especialmente para participar da homenagem. Muito emocionada e acolhida por Maria do Carmo da Silva – a Dona Maria da Sopa (fundadora da associação), Maria de Fátima Sasahara não quis falar com a imprensa, porém, fez questão de abraçar e consolar crianças do projeto.

Após uma breve cerimônia religiosa, Matheus Servidone de Souza, aluno do mestre de artes marciais, tocou seu saxofone

“Todos os familiares, amigos, sentimos muito a morte de meu irmão, mas saber que ele deixou esse projeto com bons resultados, com certeza nos traz muito conforto. Tive a mesma educação dele e se hoje estou aqui nesta homenagem a ele, é porque sei a importância dos valores que recebemos de nosso pai”, disse Renê Sasahara.

A mãe (centro foto) e o irmão do lutador vieram de Avaré (SP) especialmente para participar da homenagem

Após uma breve inicial cerimônia religiosa, Matheus Henrique Servidone de Souza, aluno do mestre de artes marciais, tocou seu saxofone. “O Tomeya amava ele, estava tentando conseguir uma bolsa de estudo para ele. Fomos ao velório em São Paulo e sua mãe disse que o professor estava entusiasmado com meu filho, falava muito dele. Foi um choque, há cinco anos perdi meu marido”, lamentou Érika Servidone.

Matheus Henrique Servidone de Souza, aluno do mestre de artes marciais, tocou seu saxofone

Visivelmente triste e ainda chocada com a morte do mestre, Rayane Alves da Silva, de 12 anos, campeã mundial de judô, demorou a conseguir elaborar palavras para descrever a falta que o professor fará. “Sem ele a vida não será a mesma coisa, ele dava muitos conselhos, na última luta ele falou para eu não desistir, que eu era guerreira”, lembrou a lutadora mirim.

“Sem ele a vida não será a mesma coisa, ele dava muitos conselhos”, disse a aluna Rayane Alves da Silva

As homenagens seguiram com depoimentos de amigos do projeto e alunos, muitos se lembraram do esforço de Sasahara para manter o ‘Anjos do Tatame’ e acima de tudo, para custear as viagens dos atletas. “Já perdi muita criança para o tráfico de drogas, e costumo dizer que elas são de quem chega primeiro, mas felizmente o ‘Anjos do Tatame’ está propiciando esperança de um futuro melhor para essa criançada”, enfatizou o mestre, em sua última entrevista ao Portal da Cidade Umuarama, confirmando a importância que foi descrita sobre o projeto durante a cerimônia.

Ao fim da homenagem, a família de Sasahara conheceu a sede da Associação Vida e Solidariedade e seus demais projetos.

Mestre Tomeya Sasahara Filho e os alunos Rayane Alves da Silva, Lorena Lohaine Alves Lira e Diego Souza Siqueira durante carreata em Umuarama 

Guerreiro

Tomeya Sasahara Filho era faixa preta em jiu-jitsu e judô, com graduação no Japão, e campeão de MMA, e coordenava as atividades da Academia Gracie Barra – Carlos Gracie Jr. –, em Umuarama. O mestre de artes marciais também era vice-presidente da Associação Vida e Solidariedade, onde mantinha há sete anos o Projeto Social ‘Anjos do Tatame’, que atende 80 crianças carentes do Parque Industrial.

O atleta treinou e levou muitos jovens atendidos pelo projeto a várias competições regionais, estaduais e nacionais. O esforço trouxe esperança para crianças que antes não tinham qualquer expectativa de futuro e ainda ajudou Umuarama a se transformar em um celeiro de campeões de artes marciais.

Além de Rayane, Diego Souza Siqueira, de 15 anos, é outro atleta que com o apoio do mestre, conquistou grandes vitórias. Ele foi vice-campeonato mundial de jiu-jitsu em 2018. Lorena Lohaine Alves Lira, de 11 anos, também é outro destaque dos 'Anjos do Tatame'. Ela foi vice-campeã mundial de jiu-jitsu neste ano.

Agora, a Associação Vida e Solidariedade espera continuar a contar com o apoio da comunidade para manter vivo o sonho de Tomeya Sasahara, que é o mesmo de todas as famílias do Parque Industrial de Umuarama: o de ver as suas crianças campeãs.


Fonte:

Deixe seu comentário