Portal da Cidade Umuarama

Saau

Sensibilizado, arquiteto irá criar jardim sensorial para cães da Saau

O terreno começa a ser limpo já na semana que vem; o intuito é finalizar o projeto em um mês

Postado em 10/03/2018 às 11:40 |

O projeto é de um jardim sensorial que será construído no terreno que fica em frente à entidade (Foto: Divulgação )

O arquiteto e urbanista Sidnei Zanfrilli, de 45 anos, desenvolveu um projeto que visa melhorar as condições dos mais de 700 animais entre cães e gatos abrigados na Saau – Sociedade de Amparo Animais de Umuarama.Trata-se do projeto de um  jardim sensorial que será construído no terreno que fica em frente à entidade.

De acordo com o idealizador, o objetivo do projeto é dar mais vida aos animais que segundo ele, vivem como presos e exclusos de qualquer tipo de diversão. “Os animais também tem sentimentos, assim como nós. A criação desse espaço mudará a vida deles”, disse.

Sidnei conta que teve a iniciativa após uma visita a Saau, no início deste mês. Ele explica que a princípio havia ido conversar com os diretores da instituição a respeito de um outro projeto: a ampliação do canil, mas viu que a prioridade teria que ser outra.

“Nunca tinha ido lá, mas quando fui pela primeira vez fiquei muito sensibilizado. Eles vivem presos em um canil onde o chão é cimentado, não podem fazer o que mais gostam, que é cavar o solo”, comenta.

O Arquiteto disse que ao chegar em casa começou a pesquisar sobre o que poderia ser feito para melhorar a vida dos animais e que ao mesmo tempo não tivesse um custo muito alto. “A melhor ideia que achei foi o jardim sensorial”, disse.

Segundo Zanfrilli, o terreno começa a ser limpado ainda semana que vem e o intuito é finalizar o projeto até em um mês. "Conversei com a Ana Polaquini, presidente da entidade e ela amou a ideia", finaliza. 

O projeto tem um custo e para Zanfrilli fica difícil bancar as despesas sozinho. Por isso ele enfatiza que quem puder ajudar de alguma forma pode entrar em contato pelos telefones: (44) 8404-4998 ou (44) 98432-8357.

Fonte:

Deixe seu comentário