Portal da Cidade Umuarama

Busca continua

Família descarta que idoso desaparecido há 24 dias esteve em Maringá

Manoel Cassemiro da Cruz, de 71 anos, desapareceu no último dia 20 de janeiro após deixar a sua casa, localizada em Umuarama

Postado em 13/02/2020 às 07:57 |

Manoel Cassemiro da Cruz, de 71 anos, está desaparecido há 24 dias e a espera por notícias do idoso aumenta a agonia da família (Foto: Arquivo familiar)

Manoel Cassemiro da Cruz, de 71 anos, está desaparecido há 24 dias e a espera por notícias do idoso aumenta a agonia da família umuaramense. Nesta semana até surgiram informações de que um homem parecido com Seu Manoel havia sido visto em Maringá (a 215 quilômetros de Umuarama), mas apesar da esperança, a família descarta a hipótese de que seja o idoso.

Ao Portal da Cidade Umuarama, a filha do desaparecido disse que um tio que mora em Paiçandu, região de Maringá, verificou a informação. “Meu pai teria sido visto na Rodoviária Municipal de Maringá, entretanto, meu tio já tinha antecipado que no local não entra pessoas sem identificação ou andarilhos, que é a forma como meu pai deve estar vivendo no momento”, revelou Cleuza da Cruz.

O tio de Cleuza chegou a ir à Rodoviária Municipal de Maringá e a Polícia Civil daquela cidade foi informada da possibilidade. “Meu tio procurou por informações na rodoviária e em seu entorno, mas sem sucesso, e ainda aguardamos informações da Polícia Civil, mas acreditamos que meu pai está por perto”, comentou a filha de Seu Manoel.

Por meio de aplicativo, a família simulou imagem de possível atual aparência do idoso Manoel Cassemiro da Cruz, de 71 anos

Desaparecimento

Seu Manoel desapareceu no último dia 20 de janeiro após deixar a sua casa, que fica localizada no Jardim Global, em Umuarama. Ele aproveitou que a esposa saiu para colocar o lixo para o recolhimento por volta das 16h e saiu. “Meu pai sempre ia ao mercado comprar pão, dar uma volta no bairro e como foi motorista de ônibus urbano gostava de andar neste tipo de transporte”, disse a sua filha.

Informações precisas indicam que Seu Manoel tomou um ônibus e desceu, por volta das 17h30, no Jardim Dom Bosco. “Ao todo, três pessoas, incluindo o próprio motorista do ônibus, confirmaram que viram o meu pai no [Jardim] Dom Bosco”. A filha também revela que o pai tem alzheimer, crises convulsivas e epiléticas, questões de saúde que devem estar prejudicando seu retorno para casa.

Caso você tenha ou obtenha informação de onde o idoso Manoel Cassemiro da Cruz pode estar, tal notícia pode ser repassada para a Polícia Militar (190), Corpo de Bombeiros (193), Defesa Civil (199) ou para Cleusa da Cruz (44) 9 9166 5150, filha do desaparecido.

Fonte:

Deixe seu comentário