Portal da Cidade Umuarama

Transporte

Ciclomobilidade em Umuarama é tema de audiência pública nesta quinta

O uso da bicicleta tem impactos positivos, sociais e individuais, na economia, na saúde e no meio ambiente

Postado em 11/09/2019 às 11:05 |

Além de contribuir com o meio ambiente, andar de bicicleta é econômico e também traz benefícios para a saúde (Foto: Kauna Siqueira/Portal da Cidade Umuarama)

Para reduzir os níveis de CO2 nas cidades ao redor do mundo, o uso da bicicleta como meio de transporte sustentável é cada vez mais incentivado. Além de contribuir com o meio ambiente, andar de bicicleta é econômico e também traz benefícios para a saúde. Em contrapartida, há o fato de que muitas cidades não se mostram muito preparadas para oferecer essa alternativa com segurança e conforto para a população.

Os desafios a serem enfrentados para a colocação em prática deste transporte alternativo e de bem-estar à população serão discutidos em uma audiência pública em Umuarama. O evento será realizado nesta quinta-feira (12), a partir das 19h, na Câmara Municipal e será aberto a toda comunidade. A discussão é promovida pelo vereador Deybson Bitencourt e o deputado estadual Jorge Gomes de Oliveira Brand, o Goura.

“Convidamos representantes da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, da Umutrans e de outras entidades ligadas a essa prática de transporte urbano. Queremos discutir o plano de mobilidade da Prefeitura de Umuarama, destacando as condições para o uso das ciclovias atuais, assim como de sua ampliação, buscando melhorias que possam privilegiar de forma adequado as pessoas que queiram utilizar as bicicletas”, disse o vereador.

Com uma população de 110 mil habitantes, Umuarama tem aproximadamente 80 mil veículos e 14 mil motocicletas. O número alto de veículos gera um trânsito ‘pesado’, principalmente em determinadas horas do dia. O uso da bicicleta é uma alternativa para fugir desse congestionamento e ainda proporcionando a sustentabilidade, já que o meio de transporte não é poluente. Por isso o vereador acredita que é preciso melhorar a mobilidade urbana em favor desta alternativa de transporte cada vez mais utilizada pela população.

“O uso da bicicleta tem impactos positivos, sociais e individuais, na economia, na saúde e no meio ambiente. São dados importantes que revelam que são muitos os benefícios, não só para quem pedala, mas para o sistema público de saúde, para as economias de cidades e na diminuição das emissões de gases estufa”, explicou o deputado estadual.

Muitas cidades não se mostram preparadas para oferecer condições de tráfego com bicicleta com segurança e conforto para a população

Fonte:

Deixe seu comentário