Portal da Cidade Umuarama

Exemplo

Casal de Umuarama se reencontra após 50 anos e vive história de amor

Eles se casaram em 2012 e ao longo desses seis anos vivem um conto de fadas à moda antiga, regado de respeito e amor

Postado em 12/04/2018 às 14:04 | Atualizado em 12/04/2018 às 17:49

O amor pode surgir quando menos se espera e em alguns casos perduram intacto por anos e é o caso de Daniel Fernandes e Amélia Colli (Foto: Portal da Cidade/Ricardo Trindade)

O amor pode surgir quando menos se espera e em alguns casos perduram intacto por anos. É o caso de Daniel Fernandes e Amélia Colli, namorados na década de 60 e por uma fatalidade da vida foram separados bruscamente. Mas, após 50 anos o destino voltou a unir o casal e hoje estão casados há seis anos.

A história dos apaixonados é uma dessas peças que o destino prega nas pessoas e quando menos se espera, sua vida está virada de cabeça para baixo. Este conto de amor começa quando Daniel, hoje com 76 anos, e Amélia, 73 anos, ainda eram crianças e moravam em uma fazenda na cidade de Rolândia-PR. Naquela época, as colônias de imigrantes moviam a economia do Paraná e o casal se esbarrava em meio ao trato da terra.

Era uma vida dura e com o passar do tempo, Amélia já com 15 anos e Daniel com 18 começaram a namorar. Foram quatro meses daquele amor do passado, puro e respeitador, mas com a morte dos pais de Amélia, que morreram em um trágico acidente de trânsito, ela foi levada pelo tio para a cidade de Saltinho do Oeste. “Meu tio falou que não queria saber de namoro na casa dele, pois eu era nova. Então fui embora sem nem dizer tchau”, lembrou.

Daniel não entendeu o que aconteceu e passou meses dentro de casa, apenas fazendo os afazeres da lavoura. “Foi difícil, fiquei acabado não saia de casa”, ressaltou.

Mas o tempo passou e cada um seguiu seu caminho, ambos casaram e viveram o amor intensamente, constituíram família, criaram os filhos até o falecimento de seus companheiros. Morando em Umuarama, Amélia ficou viúva em 2007 e em São Paulo, Daniel perdeu a esposa no ano de 2011, quando quase caiu em depressão. “É difícil perder a pessoa que se ama, eu fiquei perdido”, disse.

Neste momento de sofrimento de Daniel, sua cunhada, que é irmã de Amélia, pediu para ela aconselhar o viúvo. “Eu tinha passado por isso e ele estava muito mal, fui ajudar o antigo namorado, após todo esse tempo sem vê-lo. Não pensava nesta união e nem foi a intenção da minha irmã nos unir”, disse.

Após 50 anos sem se verem, Daniel e Amélia começaram a se comunicar por telefone e as conversas duravam horas, ele lembra que ligava às 22horas e o papo fluía até às 2 horas da madrugada. “Começamos a nos reconquistar, não foi pensado, mas aconteceu. Foi obra de Deus, que permitiu esse nosso reencontro”, relembrou Fernandes.

Foram longas conversas até o reencontro acontecer, Daniel Fernandes largou tudo o que tinha em São Paulo e veio para Umuarama casar com o antigo amor da juventude. Eles casaram em 2012 e ao longo desses seis anos vivem um conto de fadas a moda antiga, regado de respeito e amor. “Ele cuida de mim e eu cuido dele. Fazemos tudo juntos e aproveitamos nossa vida da melhor forma juntos”, finalizou.

 


Fonte: Portal da Cidade Umuarama

Deixe seu comentário