Portal da Cidade Umuarama

Capela histórica do aeroporto recebe reforma e será reaberta nesta sexta-feira

Apesar de pequena, a igreja é símbolo da força e manutenção da fé cristã que resiste às mudanças do tempo

Postado em 21/07/2021 às 15:57 |

A pequena igreja foi totalmente reformada, e até mesmo sua área externa ganhou novo gramado (Foto: Eduardo Sebim/Portal da Cidade Umuarama)

Um capítulo da história da fé cristã em Umuarama está sendo perpetuado com a reforma da Capela São João, na Estrada Velha do Aeroporto. Em 1984, a estrutura feita em madeira de lei recebeu a sua primeira missa, rezada para cerca de 20 famílias de agricultores moradoras da região, até então rica na produção de café.


Passados 37 anos, a estrutura da também chamada Capela do Aeroporto necessitava urgentemente de reforma, e mais uma vez entrou em cena as famílias que ajudaram a construir ela, e tantas outras que testemunharam seus filhos sendo abençoados após sua construção nas missas aos domingos.


Uma dessas famílias é a do senhor Aristides da Veiga, de 67 anos, ele participou da construção da capela, da reforma, e hoje é cuidador do local. “Ela foi construída pelos agricultores a partir da demolição de uma tulha que pertencia à Fazenda Kaskata”, recorda o empresário, durante entrevista ao Portal da Cidade Umuarama.


Antes da construção da Capela São João, que na época pertencia à Paroquia São Francisco de Assis, as famílias tinham apenas a sede de uma escola como abrigo para as missas. “O agricultor Antônio Piveta doou parte de sua chácara para que a capela fosse construída”, destacou Veiga.


A pequena igreja foi totalmente reformada, e até mesmo sua área externa ganhou novo gramado. A cruz, símbolo, foi alterada de posição, mas a madeira de lei que a identifica foi mantida. “Ela foi praticamente toda desmontada, e cada família levou para casa a madeira para lixar. Também contamos a ajuda dos padres Marciano e Frederico”, revela o empresário.


A pequena capela foi testemunha da decadência do café e avanço populacional que levou ao desmembramento de terras em conjuntos habitacionais. “Muitas famílias foram embora e muitas propriedades foram reduzidas a pasto, outras se transformaram em bairros”, comenta o ex-agricultor.


A capela é atualmente administrada pela Paróquia Nossa Senhora Aparecida e deverá receber missas ao menos uma vez por mês, e encontros semanais para estudo da Bíblia. E nesta sexta-feira (23) a comunidade vai se reunir para a reabertura da igrejinha, uma missa será realizada às 19h30, marcando a força e manutenção da fé cristã que resiste às mudanças do tempo.

(Fotos: Eduardo Sebim/Portal da Cidade Umuarama)

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias

data-matched-content-ui-type="image_stacked" data-matched-content-rows-num="2" data-matched-content-columns-num="3">

Mais Lidas