Portal da Cidade Umuarama

Obras

Bosque dos Xetá passa por revitalização e ganhará nova pista de caminhada

Um dos serviços é estrutural e compreende a recuperação do principal emissário de águas pluviais no interior da mata

Postado em 25/01/2020 às 09:06

As obras ainda não foram orçadas, mas a estimativa de investimento é de aproximadamente R$ 1 milhão (Foto: Prefeitura de Umuarama)

A Prefeitura de Umuarama iniciou uma obra de revitalização do Bosque dos Xetá, uma grande área verde localizada no coração da cidade e que, por falta de estrutura e segurança, vem sendo pouco utilizada pela população. Um dos serviços é estrutural – compreende a recuperação do principal emissário de águas pluviais no interior da mata –, já as demais intervenções ficarão bem visíveis aos frequentadores, que poderão utilizar a pista para caminhadas e respirar ar puro sem receios.

O secretário municipal de Obras, Planejamento Urbano, Projetos Técnicos e Habitação, Isamu Oshima, explicou que o trabalho começou com a retirada das telas e mourões que cercavam o bosque. “A ideia do prefeito Celso Pozzobom e passar a proteção para a parte interna da pista de caminhada, que margeia as avenidas Governador Parigot de Souza e Presidente Castelo Branco. Depois aquele trecho da pista será recuperado e ampliado, com um percurso completo pela parte mais externa da mata, urbanizada e com iluminação, para garantir segurança aos frequentadores”, informou.

Além da nova pista – que não vai mais cortar o interior do bosque –, a revitalização será estendida à Sala Aré de educação ambiental, que deve ganhar uma nova concepção arquitetônica e funcional (em fase de projeto), e à restauração das obras do artista Utrabo – morto em 2017, aos 90 anos – que retratam um pouco da cultura do povo xetá na grande estátua do índio e nas esculturas metálicas da fonte, construída na entrada do bosque.

Por sugestão do prefeito, a Secretaria de Obras estuda ainda a implantação de um espaço coberto para exposição de flores, plantas ornamentais e outros atrativos. “Temos de tornar o bosque mais interessante para a população. Ele é um grande espaço de lazer, contemplação e prática de atividades saudáveis que está ocioso, deixando de ser utilizado por um público crescente que se preocupa com a saúde e com a qualidade de vida. Essa área verde deve ser preservada, bem cuidada e também frequentada pela população. Esta é a finalidade da revitalização”, disse Celso Pozzobom.

As obras ainda não foram orçadas, mas a estimativa de investimento é de aproximadamente R$ 1 milhão. Já a recuperação do emissário que recebe o grande volume de água das chuvas, captado pelas redes de galerias pluviais da região central, está licitada. A obra vai custar R$ 1 milhão 144,8 mil e tem prazo de execução de seis meses.

“No local havia uma tubulação metálica que se deteriorou com o tempo e está praticamente destruída. Agora vamos implantar um canal aberto em concreto armado, com grande capacidade de escoamento. Não haverá problema de entupimento, o monitoramento será mais fácil e a manutenção muito mais barata”, explico o secretário Isamu Oshima.

Além deste emissário, o secretário pretende implantar uma tubulação de concreto com 1,2 m de diâmetro próximo da entrada do bosque pela Castelo Branco, no final da Avenida Apucarana. A finalidade é aumentar a captação da água que se acumula na baixada e provoca erosão no interior do bosque, a cada chuva forte.

As galerias da Zona 2 não suportam mais o volume de água nos dias mais chuvosos, mesmo com limpeza e manutenção constante. O excesso de água se acumula na frente do bosque e provoca alagamento. “Creio que, aumentando a capacidade de escoamento com reforço na galeria e grandes bocas de lobo, inclusive com grade de ferro tipo grelha na avenida, se necessário, conseguiremos eliminar mais este ponto de alagamento, a exemplo do que fizemos na Parigot de Souza, no final da Rua Perobal. Lá o mesmo problema foi resolvido desta maneira”, lembrou o secretário.

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Mais Lidas