Portal da Cidade Umuarama

Agricultura

Cultivo de morango gera empregos e renda em pequenas propriedades de Umuarama

Os agricultores da Vila Rural São Carlos atingiram nesta segunda-feira (9) o pico da colheita da safra de morango

Postado em 10/08/2021 às 03:39

A estimativa da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente é que, apenas na vila rural, sejam colhidas 40 toneladas da fruta (Foto: Assessoria)

Os agricultores da Vila Rural São Carlos, no distrito de Lovat, em Umuarama, atingiram nesta segunda-feira (9) o pico da colheita da safra de morango. Além de gerar uma boa renda nos meses de produção, que vai até o final de setembro, a cultura tem gerado empregos temporários e melhorado a qualidade de vida dos produtores. A estimativa da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente é que, apenas na vila rural, sejam colhidas 40 toneladas da fruta.

Os produtores de morango contam com apoio importante do município. “Nós fornecemos o trator para o manejo e preparo dos canteiros, adubação orgânica (esterco de frango) e assistência técnica. Isso e mais a dedicação dos agricultores têm produzido ótimos resultados. Essa estimativa de produção envolve apenas cinco produtores, com propriedades de 5 mil m² onde dividem o pouco espaço entre morango e hortaliças”, explicou o diretor de Agricultura e Pecuária, José Guilherme de Oliveira Júnior.

O ciclo de produção vai de abril (plantio) a setembro. Com 9 mil pés plantados, o agricultor Gilval Elias dos Santos estima colher mais de 10 toneladas de morango em sua propriedade. Ele conta que a fruta é a sua principal fonte de renda, embora tenha outras atividades, e que trabalha com dois empregados fixos. “Mas agora, no período da colheita – que deve durar até 90 dias –, contratamos mais sete pessoas (na maioria mulheres da própria vila rural) para trabalho temporário porque a demanda de serviço aumenta bastante”, afirmo.

O agrônomo da Prefeitura, Márcio Rezende, explica que a produtividade aumentou neste ano por conta do clima, cuidados e da escolha cerca da variedade (dover e camarosa). “Tivemos temperaturas mais amenas, até frias, e pouca chuva ao longo do ano. Isso ajuda no desenvolvimento das plantas e na menor ocorrência de pragas. Além da quantidade acima da média, teremos frutas de ótima qualidade nesta safra, que é a melhor dos últimos anos”, apontou.

Uma parte da produção é adquirida pelo Banco de Alimentos, outra atende a merenda escolar e o excedente é comercializado diretamente pelos produtores. O preço médio do morango hoje, no mercado, é de R$ 15 o quilo, podendo chegar a R$ 20.

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias