Portal da Cidade Umuarama

Campo

Agricultores podem se cadastrar em programa de incentivo à fruticultura

Umuarama estimula a implantação de projetos para produção de mamão formosa, banana, acerola e maracujá, entre outras frutas

Postado em 14/07/2021 às 22:00

As pequenas propriedades rurais oferecem boas condições de manejo e dão resultados satisfatórios (Foto: freepik/ilustrativa)

A Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Umuarama estimula a implantação de projetos para produção de mamão formosa, banana, acerola e maracujá, entre outras frutas.

“A Prefeitura disponibiliza um engenheiro agrônomo para oferecer todo apoio técnico aos pequenos produtores rurais e os resultados estão sendo surpreendentes”, destaca José Guilherme Junior, diretor municipal de Agricultura e Pecuária.

A administração municipal adquiriu sementes de alto padrão e cultivou cerca de 5 mil mudas, que foram divididas em lotes e distribuídas a sete agricultores familiares de diferentes regiões do município, que foram plantadas em consórcio com outras culturas, como batata-doce, milho e nas entrelinhas do café. “Com acompanhamento técnico, as expectativas de produção de 40 a 50 toneladas por hectare devem ser confirmadas”, afirmou o diretor.

Há outros projetos-piloto em andamento na Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Umuarama, com incentivo às famílias de pequenos agricultores para a produção de laranja, poncã e mexerica, no município e nos distritos.

“As pequenas propriedades oferecem boas condições de manejo e dão resultados satisfatórios. Auxiliamos os produtores com a mecanização e preparação da terra, aplicação de calcário, fosfatagem e também com as sementes ou mudas. Eles irrigam e cuidam do manejo, que também é fundamental para o sucesso do cultivo”, analisa o engenheiro agrônomo Marcio Antonio Rezende.

Como participar

Para participar dos programas de incentivo à agricultura familiar, disponibilizados pela Prefeitura de Umuarama, é preciso cumprir alguns critérios. De acordo com Junior, um dos principais quesitos observados é o fato de se realmente a família tem na produção rural seu principal meio de sustento. “Há muitas famílias que têm pequenas propriedades, mas as utilizam para lazer ou como complemento de renda, desta forma não se encaixam nos critérios dos projetos”, explica.

Outro ponto observado é a questão do tamanho da propriedade e a documentação. “Todos os cadastros para os programas – municipais e estaduais – têm como referência o número do Incra, ou seja, só podem ter esse número [do Incra] aquelas com mais de 20 mil metros quadrados. Nos casos em que sítios foram desmembrados em propriedades com metragens inferiores, o município fica impossibilitado de realizar o cadastro dessa família. Há documentos que também são indispensáveis, como o Cad-Pro [municipal], matrícula do imóvel e DAP [Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar]”, pontua.

Há algumas propriedades com 5 mil metros quadrados que foram contempladas por programas de incentivo à agricultura familiar, porém fazem parte de Vilas Rurais, fato que permite o apoio da administração municipal. “Mas mesmo nas Vilas Rurais pode haver famílias que não conseguirão os incentivos da Prefeitura, já que identificamos também que muitas delas são utilizadas para lazer”, conclui Junior, acrescentando que os interessados em saber mais sobre os programas da Prefeitura de Umuarama podem ligar para a Secretaria de Agricultura no telefone (44) 3621-4141, ramal 124.

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias