Portal da Cidade Umuarama

De volta ao lar

Reportagem do Portal da Cidade Umuarama ajuda a encontrar o Romeu

A calopsita havia desaparecido no dia 13 de janeiro deste ano, na Rua Jaçanã, próximo ao Lago Aratimbó

Postado em 05/02/2021 às 00:20 |

Com toda certeza, Marcelo Berta do Carmo, de 11 anos, foi quem mais ficou feliz com o retorno do amigo Romeu (Foto: Colaboração)

Após reportagem do Portal da Cidade Umuarama, nesta quarta-feira (3), a família Berta do Carmo conseguiu encontrar o Romeu – uma calopsita que havia desaparecido no dia 13 de janeiro deste ano, na Rua Jaçanã, próximo ao Lago Aratimbó. A família foi informada do paradeiro do animal no início da noite desta quinta-feira (4).

O pássaro estava com a família de Hélio Yoshida, que viu a reportagem e ligou para Rita Berta do Carmo, mãe das crianças Amabily Berta do Carmo, de cinco anos, Helena Berta do Carmo, de três anos, e Marcelo Berta do Carmo, de 11 anos, que estavam desesperadas e muito tristes com o desaparecimento do Romeu.

Tudo indica que a calopsita voou até a casa da família Yoshida, que fica próximo da residência dos tutores da ave. “Eu estava em uma reunião escolar quando fui avisada, sai imediatamente e fui até a casa, que fica três ruas abaixo da minha, junto com os meus três filhos”, revelou Rita, externando também imensa a felicidade por ter encontrado Romeu.

Assim como Rita havia previsto, a ave foi encontrada por uma família que se apaixonaria imensamente por ela. “Ela amanhecia o dia cantando, assobiando, alegrava a casa. Demos até o nome de Pico para ela. Foi muito triste ficar sem ela”, disse Ruth Yoshida, esposa de Hélio, afirmando, ainda, que não vai substituir Romeu.

Entre os filhos de Rita, Marcelo é o mais apegado à calopsita, que já começa a assobiar e a se comunicar quando vê o menino, então era natural que ele seria o mais feliz com o retorno do amigo. “O meu filho não para de chorar, a gente está muito feliz, nossa, que alegria”, enfatizou a mãe.

Calopsita

A ave originária da Austrália chegou ao Brasil como animal de estimação e cativa seus tutores pela alegria e comunicação. Elas são capazes de imitar sons e aprender diversas palavras com perfeição e sua inteligência permite também que ela reconheça os moradores da casa.


Fazendas à venda em Umuarama

Fonte:

Receba as notícias de Umuarama no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias