Olá Visitante! Cadastre-se ou faça seu Login
Login com Facebook
ou
Você está em Umuarama / PR

Você está aqui: Home / Colunistas / Psicologia / FAMÍLIA Dicas de Comportamentos entre pais e filhos
Atualizado


FAMÍLIA Dicas de Comportamentos entre pais e filhos

                                             Texto: Psicóloga: Marta Santos de Oliveira.


 


 Foto: Marta Santos de Oliveira.


Conforme falamos sobre família no artigo anterior cito aqui algumas dicas  de comportamentos entre pais e filhos.


 Desentendimentos são normais em qualquer relação.  Filhos podem sentir raiva momentânea dos pais e vice-versa, mas isso é prejudicial quando se torna rotineiro. Um dos maiores causadores de conflitos entre os pais e seus filhos é a confusão na fronteira entre a paternidade e a amizade.


 Existe a essa ideia do “pai-amigo”. É preciso lembrar que os pais precisam ficar no lugar de pais, o que não quer dizer que não possam ser companheiros dos seus filhos”


 Defendo a ideia que os pais são figuras de autoridade, de experiência, e que esse papel deve ser respeitado. 
Um dos problemas comuns é a confusão, por parte dos pais, entre os conceitos de autoridade e autoritarismo. Autoridade significa  o direito  e dever dos pais de se fazer obedecer; podendo ser entendido  que os filhos  durante muito tempo  dependem emocional e financeiramente de seus pais. Enquanto  autoritarismo é a imposição do poder à força, penso que autoritarismo não educa.
Se um pai constrói sua vida totalmente em função dos filhos, isso vai causar muita frustração, pois vão existir cobranças e, assim, atritos. 


Quando o indivíduo atinge a idade adulta, a relação com os pais, normalmente, se modifica, torna-se mais horizontal. Se durante a infância e a adolescência a ordem dos mais velhos é soberana, quando adultos os filhos adquirem autonomia. É comum, nas famílias, muitas brigas começarem devido à irritação  dos filhos quando recebem ordens dos pais, que muitas vezes consideram arbitrárias.


As crianças aprendem pela exemplificação; dessa forma, cabe aos pais ter coerência nas suas atitudes. Para alguns pais, no entanto, essa ideia não é facilmente assimilada.


O pai não pode exigir um comportamento da criança que ele próprio não tem.


Uma dica para os pais é pontuar com clareza o que a criança precisa entender;  as opiniões dos pais têm um peso grande para os filhos.
É preciso que os pais estimulem a independência dos filhos, atribuindo-lhes responsabilidades, sempre com limites.


 A disciplina não implica falta de afeto, ao contrário já dizia Içami Tiba em seu livro “ quem ama educa”. A relação deve ser permeada por amor;  responsabilidade e respeito; o diálogo se apresenta como a melhor forma de acertar as coisa. É preciso assumir os atritos e estabelecer o diálogo para solucioná-los
                                     


                                    Um abraço!


 Psicóloga: Marta  Santos de Oliveira


 CRP. 08 838


Clínica CAPHE. 


                      Atendimento; Infantil, Adolescentes, Adultos e Casais· Constelação FAMILIAR Avaliação para cirurgia Bariátrica, Orientação Vocacional e  familiar


 (44)3622 7638 - (44)9 9967 0337 - (44)9 9968 2459.


 






Fonte: foto e texto: Marta Santos Oliveira.

Deixe seu comentário

Você está em Umuarama / PR
Umuarama
Unidade Umuarama, PR


Portal da Cidade Umuarama LTDA - 23.324.583/0001-01
© 2008-2017 Copyright Franquia Portal da Cidade ®